13 de agosto de 2013

Sindicato organiza protesto contra fraude em licitações do metrô de São Paulo

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo marcou um protesto em resposta às denúncias de irregularidades nas licitações do metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) entre 1995 e 2007.

O protesto conta com o apoio do Movimento Passe Livre (MPL) e outros movimentos sociais. Entre as reivindicações estão a tarifa zero e a estatização dos transportes públicos.

Até esta terça-feira, 7,2 mil pessoas confirmaram presença na manifestação marcada para as 15h de amanhã, dia 14 de agosto, em um evento no Facebook.

O protesto acontece depois de uma série de manifestações organizadas pelo MPL que pararam o país em junho deste ano.

Os protestos geraram a revogação do aumento da tarifa de transportes em várias capitais anunciados no início do ano.

Na tarde desta segunda-feira, o governador Geraldo Alckmin anunciou que processará a empresa alemã Siemens por dano aos cofres públicos nos próximos dias como resposta às investigações de irregularidades nas licitações.

A ação judicial vai exigir o ressarcimento ao estado e às empresas estaduais de eventuais prejuízos provocados pelo cartel.

Em carta aberta divulgada pelo sindicato que organiza os protestos, os manifestantes reivindicam que o dinheiro desviado no possível superfaturamento das licitações deveria ser usado na melhoria e redução da tarifa do transporte na capital.


CPTM
Postar um comentário

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.