Diário da CPTM / O blog com a informação precisa que você pode confiar! Informações sobre transporte público, mobilidade urbana, trem, Metrô, CPTM, ônibus e muito mais.

Diário da CPTM


17 de abril de 2019

Obras alteram circulação dos trens da CPTM neste feriado de Páscoa

 Confira a programação e planeje sua viagem

Neste feriado de Páscoa, de 19 a 21 de abril, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) realizará obras de modernização em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato – Jundiaí)

De sexta a domingo: os trens circularão até a Estação Brás devido às obras na Linha 11-Coral.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Sexta: das 4h até meia-noite, serão realizadas obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Jandira e Itapevi. Das 8h às 17h, também haverá serviços de telecomunicações entre as estações Imperatriz Leopoldina e Presidente Altino. O intervalo médio entre os trens será:
- Das 8h às 17h: de 25 minutos em toda a linha
- Nos demais horários: de 20 minutos entre Barueri e Itapevi

Sábado: das 21h até o fim da operação comercial, os serviços serão realizados no sistema de sinalização entre as estações Barueri e Itapevi. O intervalo médio entre os trens será de 20 minutos entre Barueri e Itapevi.

Domingo: das 4h à meia-noite, haverá obras de modernização no sistema de rede aérea entre as estações Imperatriz Leopoldina e Presidente Altino. O intervalo médio entre os trens será de 20 minutos em toda a linha.

Linha 9-Esmeralda (Grajaú – Osasco)

Sexta: das 8h às 17h, a circulação entre Presidente Altino e Osasco ficará interrompida devido a serviços de telecomunicações. Os passageiros que quiserem seguir viagem deverão utilizar a Linha 8-Diamante.

Domingo: das 4h à meia-noite, a circulação entre Presidente Altino e Osasco ficará interrompida para a continuidade dos serviços de telecomunicações. Os passageiros que quiserem seguir viagem deverão utilizar a Linha 8-Diamante. Das 6h até o fim da operação comercial, serão realizadas obras de modernização do sistema de rede aérea e nos equipamentos de via permanente ocorrerão entre as estações Autódromo e Grajaú. O intervalo médio dos trens será de 20 minutos entre Jurubatuba e Grajaú.

Linha 11-Coral (Luz – Estudantes)

Sexta, Sábado e Domingo: das 4h de sexta até meia-noite de domingo, a circulação ficará interrompida entre as estações Luz e Tatuapé devido à realização de obras de modernização nos equipamentos de via permanente, no sistema de rede aérea e de sinalização. Para utilizar o trecho entre Brás e Luz, o passageiro deve utilizar a Linha 7-Rubi. Já quem precisa embarcar ou desembarcar entre Brás e Tatuapé deve utilizar a Linha 3-Vermelha do Metrô.

Desafio: a CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros, aos finais de semana, feriados e madrugadas. 

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à dispos
Share:

Roubos em ônibus de São Paulo aumentaram em 2018



Relatório da SPTrans mostra que no ano de 2018 foram 318 roubos, 27 casos a mais em comparação ao ano anterior.

A SPTrans divulgou um relatório resultado de registro de roubos dentro de ônibus coletivo que circulam na cidade de São Paulo. Neste documento, o número de casos aumentou em comparação com 2017. Ano passo foram registrados 318 casos e a Zona Sul lidera o índice com 88 assaltos.

Somente nos três primeiros meses deste ano, 45 assaltos foram registrados e a Zona Sul continua na liderança desta marca negativa. A região de Santo Amaro e linhas que passam pela Marginal Pinheiros são os maiores alvos. Nesta semana a Polícia Civil prendeu alguns assaltantes em uma operação e recuperou mais de 500 aparelhos de telefone.

A SPTrans ainda esclarece que mantém contato constante com a Polícia Militar e Guarda Civil Metropolitana para que possam atuar de maneira conjunta e não só informar os roubos, mas em parceria para diminuir estas ocorrências.

Por Willian Moreira
Foto: Diário do Transporte
Share:

16 de abril de 2019

Expresso Turístico Jundiaí da CPTM completa 10 anos de operação



Neste período, o serviço transportou 66 mil turistas em mais de 450 viagens. Para quem quiser aproveitar o feriado para fazer o passeio, ainda, há vagas para este sábado (20/4)

O Expresso Turístico Jundiaí completa dez anos de operação nesta quinta-feira (18/4). Criado em 2009, o serviço já transportou 66 mil turistas em 452 viagens com destino ao município, atendido pela Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato – Jundiaí).  O passeio é uma ótima oportunidade para entender mais sobre a ferrovia e conhecer um pouco da cidade popularmente conhecida como a terra da uva. Para quem quiser aproveitar o feriado e fazer o passeio, ainda, há vagas para este sábado (20). A outra opção é realizar a viagem no dia 27.

O trem percorre um trajeto de 60 quilômetros entre a capital e Jundiaí. O charmoso passeio é feito a bordo de um trem, composto por uma locomotiva, da CPTM, e dois carros de aço inoxidável fabricados no Brasil na década de 60. Cedidos pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), os vagões foram restaurados pela CPTM sem perder o estilo. Esse trem, originalmente, pertenceu à Estrada de Ferro Araraquara que foi construída e aberta em 1898.

Jundiaí conta com diversas atrações turísticas, como, por exemplo, o Museu da Companhia Paulista, que apresenta a história das ferrovias da região de Jundiaí. Lá também é possível fazer trilhas e caminhadas na Serra do Japi, que tem 354 km² de área e é uma das poucas regiões remanescentes da Mata Atlântica. Há também o chamado “circuito das frutas”, roteiro que proporciona uma imersão pelas fazendas da região produtoras de uva, caqui e morango entre outras frutas.

Atualmente a CPTM oferece três roteiros no serviço Expresso Turístico: Luz-Jundiaí, Luz-Mogi das Cruzes e Luz-Paranapiacaba. A tarifa unitária é de R$ 50,00, exceto para os embarques na Estação Santo André, com destino a Paranapiacaba, que saem por R$ 44,00. No entanto, os descontos podem chegar até 25% na compra de quatro passagens.

O bilhete é vendido das 9h às 18h, todos os dias, nas bilheterias das estações da Luz e Santo André. Cabe ressaltar que o bilhete da CPTM contempla somente a viagem de trem até um dos destinos escolhidos. Roteiros complementares, podem ser consultados nos sites dos municípios visitados.

O embarque para qualquer um dos três roteiros ocorre às 8h30 da plataforma 4 da Estação da Luz e o retorno das cidades visitadas, às 16h30. No caso de Paranapiacaba, o trem faz uma pausa para embarque na Estação Santo André. Os percursos têm duração de aproximadamente 1h30.

São 174 poltronas para acomodar confortavelmente os turistas, além de espaço reservado para cadeira de rodas (com cinto de segurança e ancoragem da cadeira). Os interessados podem obter mais informações e conferir as datas para viagens no site: http://cptm.sp.gov.br/sua-viagem/ExpressoTuristico/Pages/Vagas-e-Calendario.aspx

Com informações da CPTM
Foto: Rodrigo Lopes
Share:

15 de abril de 2019

Estações da Linha 7-Rubi recebem campanha contra febre amarela



Confira a programação e vacina-se gratuitamente

Quem passar por algumas estações da Linha 7-Rubi da CPTM, terá a oportunidade de se vacinar gratuitamente contra a febre amarela, nesta terça-feira (16). Desde o fim do ano, a campanha vem somando resultados positivos por cada estação que passa.

Em Pirituba e Vila Aurora, a ação será das 9h às 16h. Já na Estação Piqueri, as doses serão ministradas as 10h às 15h30. É necessário apresentar documento de identificação e, se houver, caderneta de vacinação atualizada.

A febre amarela é uma doença infecciosa e a transmissão ocorre através da picada do mosquito Aedes aegypti. Dentre os sintomas estão o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas e no corpo, náuseas e vômito, fadiga e fraqueza. Nos casos mais graves, a pessoa pode desenvolver hemorragia e insuficiência de múltiplos órgãos.

A ação é uma iniciativa da Prefeitura de São Paulo e conta com o apoio da CPTM, que abre espaços em suas estações para a realização de atividades ligadas a promoção da saúde e bem-estar dos usuários.

Campanha de vacinação gratuita contra a Febre Amarela

Linha 7-Rubi
Data: terça-feira (16)

Estações Pirituba e Vila Aurora
Horário: das 9h às 16h

Estação Piqueri
Horário: 10h às 15h30

Com informações da CPTM
Foto: Diário da CPTM
Share:

12 de abril de 2019

Obras alteram circulação dos trens da CPTM neste fim de semana

Neste fim de semana, dias 13 e 14 abril, a CPTM realizará obras de modernização em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maiores intervalos em trechos e horários específicos. Confira a programação e antecipe sua viagem:

Extensão da Linha 7-Rubi (Francisco Morato – Jundiaí)

Domingo: das 4h às 22h, haverá intervenções nos equipamentos de via permanente e no sistema de rede aérea, entre as estações Botujuru e Campo Limpo Paulista. O intervalo médio entre os trens será de 35 minutos de Francisco Morato a Jundiaí.

Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)

Sábado:  das 21h até o fim da operação comercial, os serviços serão realizados nos equipamentos de via permanente entre as estações Carapicuíba e Antonio João. O intervalo médio entre os trens será de 26 minutos em toda a linha.

Domingo: das 8h30 às 19h30, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente entre as estações Lapa e Domingo de Moraes. O intervalo médio entre os trens será de 25 minutos em toda a linha.

Linha 9-Esmeralda (Grajaú – Osasco)

Sábado: das 20h até o fim da operação comercial, serão realizadas obras de modernização nos equipamentos de via permanente e no sistema de rede aérea, entre as estações Socorro e Autódromo. Também haverá intervenções nos equipamentos de via permanente, entre Berrini e Morumbi. O intervalo médio entre os trens será de 28 minutos em toda a linha.

Domingo: das 4h à meia-noite, as obras de modernização do sistema de rede aérea ocorrerão nas proximidades da Estação Villa Lobos-Jaguaré. O intervalo médio dos trens será de 22 minutos em toda a linha.

Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo: das 7h às 18h, os serviços serão executados nos equipamentos de via permanente nas imediações da Estação Rio Grande da Serra. O intervalo médio entre os trens será de 10 minutos de Brás a Mauá e de 20 minutos de Mauá a Rio Grande da Serra.

Linha 11-Coral (Luz – Estudantes)

Domingo: das 4h à meia-noite, devido as obras de modernização nos equipamentos de via permanente e no sistema de rede aérea, a circulação de trens ficará interrompida entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera. Os passageiros deverão utilizar a Linha 3-Vermelha do Metrô, neste trecho.

Até às 9h, o intervalo médio entre os trens será de 15 minutos entre as estações Luz e Tatuapé e de 30 minutos de Corinthians-Itaquera a Estudantes. A partir das 9h, o intervalo será de 15 minutos de Luz a Tatuapé e de 15 minutos de Corinthians-Itaquera a Estudantes.

Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Sábado e domingo: das 20h de sábado até a meia-noite de domingo, em razão das obras de modernização do sistema de rede aérea, entre as estações Engenheiro Goulart e USP-Leste, o intervalo médio entre os trens será de 25 minutos em toda a linha.

Desafio: a CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros, aos finais de semana, feriados e madrugadas. 

Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121.


CPTM
Share:

Metroviários entram em estado de greve



Em assembleia realizada no último dia 11, a categoria optou pelo protesto, após negociação sem avanço com o Metrô

O Sindicato dos Metroviários publicou ontem a noite, um comunicado que informa o começo do estado greve, quando os funcionários colocam adesivos em forma de protesto e usam coletes com frases sobre suas reinvidicações.

O motivo de descontentamento da categoria se deve a duas reuniões com o Metrô, no qual não houve avanços nas negociações de reajuste salarial e o fim do plano de Saúde do Metrus.

No próximo dia 17 de Abril, quarta-feira que vem, os sindicalistas se reúnem para uma nova rodada de negociação com o Metrô que dependendo do que for decidido, resultar em um paralisação.

O Diário da CPTM vai acompanhar a mobilização da categoria e trazer as informações atualizadas do movimento.

Confira abaixo, parte do comunicado do Sindicato, disponibilizado em sua página no Facebook.

"Após duas reuniões de negociação, o Metrô insiste em reajuste zero, retirada de vários direitos do Acordo Coletivo e fim do Plano de Saúde do Metrus. Em assembleia realizada na noite de 11/4, os metroviários decretaram Estado de Greve a partir de 12/4 e as seguintes deliberações:

– 15/4: Uso do colete (Estação e Tráfego) e adesivo (Segurança, Administração e Manutenção).

– 15/4: Café com usuário na estação Tatuapé, às 17h e campanha com abaixo-assinado contra a reforma da Previdência

– 16/4: Café com usuário na estação Jabaquara, às 17h e campanha com abaixo-assinado contra a reforma da Previdência

– 17/4: Reunião de negociação com a empresa e assembleia na sede do Sindicato na noite do mesmo dia."

Por Willian Moreira
Foto: Paulo Iannone/Sindicato dos Metroviários
Share:

Canais oficiais do Diário da CPTM


Facebook: www.facebook.com/OficialDiariodaCPTM (Cuidado com páginas FAKE temos apenas uma página no Facebook)


Twitter: @DiariodaCPTM


Instagram @diariodacptm

Postagens mais visitadas