22 de setembro de 2013

Linha 10-Turquesa da CPTM sobe na avaliação dos passageiros da região


Pesquisa da ANTP (Associação Nacional dos Transportes Públicos) divulgada neste mês aponta que 59% dos passageiros da Linha 10-Turquesa (Brás/Rio Grande da Serra) da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) avaliam o serviço prestado como bom ou excelente. O índice, referente a 2012, é 7% maior do que os 52% registrados no ano anterior.

Cerca de 400 mil pessoas utilizam diariamente a Linha 10-Turquesa. O ramal que atende o Grande ABC obteve avaliação positiva quase dois anos depois de a CPTM alterar o destino da via na Capital, passando da Luz para o Brás, ambos na região central. A mudança foi alvo de manifestações de passageiros e de indignação por parte dos prefeitos da região.

Dos sete itinerários operados pela companhia na Grande São Paulo, apenas dois evoluíram no índice em comparação a 2011. Além da 10-Turquesa, apenas a Linha 8-Diamante melhorou diante da opinião pública. O traçado, que vai da Estação Júlio Prestes, na Capital, até Itapevi, obteve 56% de opiniões favoráveis, ante 47% no ano anterior. A Linha 12-Safira (Brás/Calmon Viana) foi a que recebeu pior avaliação: apenas 26% de classificações como boa ou excelente. Em 2011, a taxa era de 43%.

Em média, o serviço da CPTM foi considerado de bom nível por 44% dos usuários, o que é baixo na comparação aos demais modais. O Expresso Tiradentes – corredor de ônibus que liga o Centro da Capital aos bairros Sacomã e Cidade Tiradentes – obteve classificação boa ou excelente de 85% das pessoas. No Metrô, o percentual é 75%.

O Corredor ABD (Jabaquara/Brooklin/São Mateus) ficou na terceira posição, com 67% de opiniões positivas. Apesar da boa colocação, o sistema teve queda na avaliação popular, já que em 2011 o serviço era aprovado por 79% dos usuários. O maior índice já registrado foi em 2005, quando a aprovação chegou a 88%.

Os ônibus intermunicipais da área 5, que atendem às sete cidades do Grande ABC, também subiram na opinião pública de 2011 para 2012, passando de 44% para 47%. O lote é o único dentre os cinco da EMTU (Empresa Metropolitana de Transporte s Urbanos) na região metropolitana de São Paulo que ainda não foi licitado. O edital para permissão das linhas deve ser lançado no mês que vem.

INVESTIMENTOS

A CPTM diz que, neste ano, os investimentos para melhoria e modernização da rede devem chegar a R$ 1 bilhão. Entre os serviços feitos estão novos sistemas de sinalização e controle de tráfego, telecomunicações, energia, rede aérea, via permanente (trilhos), renovação da frota de trens e reforma e ampliação das estações.

Já a EMTU cita a aplicação de R$ 2,1 milhões na construção de sete corredores de ônibus, além de outro R$ 1,9 milhão para acessibilidade dos terminais e estações de embarque e desembarque. Segundo a empresa, estão em manutenção os terminais Ferrazópolis, Santo André, Diadema e Piraporinha.

Especialista salienta qualidade dos corredores para ônibus

A criação de espaços exclusivos para o transporte coletivo é uma das saídas apontadas para melhorar a mobilidade na Região Metropolitana. Corredores de ônibus como o ABD (Jabaquara/Brooklin/São Mateus) e o Expresso Tiradentes, na Capital, obtiveram excelentes índices de aprovação.

“Na impossibilidade de se fazer metrô ou uma outra linha de trem, os corredores de ônibus são excelentes opções. Possibilita mais agilidade na circulação e pode funcionar como um tronco, alimentado por linhas que atendam aos bairros”, avalia José Almeida Sobrinho, presidente do Instituto Brasileiro de Ciências do Trânsito.

O especialista adverte, no entanto, que as vias exclusivas devem ser planejadas para locais com grande movimentação. “Precisa ligar lugares úteis. O Corredor ABD, por exemplo, dá acesso ao Metrô, e, por isso, é bastante utilizado.”

Em relação à queda nos índices de aprovação da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), Almeida Sobrinho vê ligação com a grande frequência de episódios negativos, como o descarrilamento de uma composição de carga da companhia MRS ocorrido na quarta-feira e que paralisou a circulação da Linha 7-Rubi (Luz/Francisco Morato). “Outra situação que colabora para essa reprovação é o grande aumento no número de usuários, o que provoca superlotação, atrasos e desconforto em geral”, acrescenta.

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa
ÚNICO DA REGIÃO ENTREGUE TOTALMENTE ACABADO, COM PISO EM TODAS AS ÁREAS ✅ ESCRITURA GRÁTIS! 💥 APARTAMENTOS LOCALIZADOS A 1,8 KM DA ESTAÇÃO BALTAZAR FIDÉLIS 💥 Se você: ✅ Trabalha registrado ✅ Possui renda familiar de R$ 2200 ou mais ✅ Possuis FGTS Não perca mais tempo, saiba que você possui um excelente potencial de financiamento e não pode deixar essa oportunidade escapar! SUA OPORTUNIDADE CHEGOU ✅ 1 Vaga ✅ Condomínio com portaria 24hs. ✅ Piscina ✅ Salão de Festas ✅ Churrasqueira ✅ Quadra ✅ Playground ✅ Plantas de 46 e 46 M². O único da região que entrega totalmente acabado e pronto para morar ***Use seu FGTS *** Financiamento Caixa Econômica Federal *** Entrega garantida pela Caixa prevista para maio de 2019. Localização Município: Francisco Morato CEP do imóvel: 07996-005 Bairro: Res São Luis VISITAS SOMENTE COM AGENDAMENTO PRÉVIO Fale com agora mesmo no telefone ou WhatsApp com: RICARDO - 11-987405205