21 de julho de 2017

Estações Luz e República da Linha 4-Amarela fecham neste domingo, dia 23

Compartilhe
Os passageiros podem fazer transferência pelas linhas 2-Verde, 1-Azul e 3-Vermelha do Metrô

Os passageiros devem ficar atentos a mudanças na operação da Linha 4-Amarela neste domingo, dia 23. As estações Luz e República estarão fechadas para embarque e desembarque durante toda a operação comercial (4h40 à meia-noite).

Os passageiros poderão utilizar o próprio sistema metroviário para realizar seus trajetos. Os usuários que entrarem nas estações Butantã, Pinheiros, Faria Lima e Fradique Coutinho com destino às estações República e Luz devem desembarcar em Paulista e seguir viagem usando a integração com a Linha 2-Verde do Metrô.

Já os passageiros que estiverem na estação Luz devem utilizar a integração com a Linha 1-Azul do Metrô. Quem estiver na estação República pode fazer a transferência para a Linha 3-Vermelha do Metrô para prosseguir sua viagem pelo sistema.

As estações República (Linha 3-Vermelha) e Luz (Linha 1-Azul) do Metrô funcionam normalmente. A operação será normal nas demais estações da Linha 4-Amarela no trecho entre as estações Paulista-Butantã.

Com a operação diferenciada deste domingo, a orientação aos usuários será reforçada em toda a Linha 4-Amarela com cartazes, mensagens sonoras e veiculação de informações nos monitores de TV das estações, plataformas e trens. A equipe de atendimento também está preparada para auxiliar os usuários nos deslocamentos, minimizar os impactos das mudanças e garantir a segurança.

Informações adicionais podem ser obtidas na Central de Atendimento (0800 770 7100), de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22h, sábado e domingo, das 8h às 18h. Outros canais de comunicação também estão à disposição, como a Ouvidoria (ouvidoria@viaquatro.com.br) e o Fale Conosco no link http://www.viaquatro.com.br/fale-conoscoInformações adicionais podem ser obtidas na Central de Atendimento (0800 770 7100), de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22h, e aos sábados e domingos, das 8h às 18h. Os passageiros também podem utilizar o Fale Conosco no endereço http://www.viaquatro.com.br/fale-conosco.

Obras alteram circulação dos trens da CPTM neste fim de semana

Compartilhe
Neste final de semana, dias 22 e 23 de julho, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) prossegue com o programa de obras em suas linhas. Por isso, os trens circularão com maior intervalo em trechos e horários específicos. Confira a programação e planeje sua viagem:


Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato)

Sábado e Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizadas obras de modernização no sistema de sinalização na região da Estação Franco da Rocha. O intervalo médio dos trens será de 15 minutos entre as estações Luz e Francisco Morato.


Extensão da Linha 7-Rubi (Francisco Morato-Jundiaí)

Domingo: das 4h às 20h, haverá serviços no sistema de rede aérea entre as estações Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista. No mesmo trecho, das 7h às 18h, também ocorrerão serviços nos equipamentos de via permanente. O intervalo médio dos trens será de 35 minutos entre as estações Francisco Morato e Jundiaí.


Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi)  

Domingo: das 4h à meia-noite, serão realizadas intervenções no sistema de rede aérea entre as estações Sagrado Coração e Itapevi. O intervalo médio dos trens será de 20 minutos entre Barueri e Itapevi.

Linha 9-Esmeralda (Grajaú – Osasco)  

Sábado: das 20h até o fim da operação comercial, em razão de intervenções nos equipamentos de via permanente entre as estações Cidade Jardim e Vila Olímpia, o intervalo médio dos trens será de 25 minutos em toda a linha.

Domingo: das 8h às 20h, os trabalhos estarão concentrados nos equipamentos de via permanente na região da Estação Santo Amaro. O intervalo médio dos trens será de 15 minutos em toda a linha.


Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra)

Domingo: das 7h às 18h, os serviços serão executados no sistema de rede aérea entre as estações Ribeirão Pires-Antonio Bespalec e Rio Grande da Serra. O intervalo médio dos trens será de 20 minutos entre as estações Mauá e Rio Grande da Serra.


Linha 11-Coral (Luz – Guaianases)

Sábado: das 20h até o fim da operação comercial, serão realizados serviços nos equipamentos de via permanente entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera.  O intervalo médio dos trens será de 15 minutos entre as estações Luz e Guaianases.  


Domingo: das 4h à meia-noite, devido à continuidade dos trabalhos nos equipamentos de via permanente, a circulação ficará interrompida entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera. O usuário que desejar prosseguir viagem no trecho deverá utilizar a Linha 3-Vermelha do Metrô. O intervalo médio dos trens será de 18 minutos entre as estações Luz e Tatuapé e de 15 minutos entre as estações Corinthians-Itaquera e Estudantes. Quem seguir para Estudantes não terá que fazer transferência na Estação Guaianases.  


Extensão da Linha 11-Coral (Guaianases-Estudantes)

Sábado: das 20h até o fim da operação comercial, haverá intervenções no sistema de rede aérea entre as estações Ferraz de Vasconcelos e Calmon Viana.  O intervalo médio dos trens será de 15 minutos entre as estações Guaianases e Estudantes.  


Linha 12-Safira (Brás – Calmon Viana)

Sábado e domingo: das 20h até o fim da operação comercial de domingo, devido às obras de implantação da Linha 13-Jade entre as estações Eng. Goulart e Comendador Ermelino, o intervalo médio dos trens será de 25 minutos em toda a linha.


Desafio: a CPTM ressalta que executar as obras de modernização, mantendo simultaneamente o atendimento aos usuários, é um grande desafio. As ações exigem medidas como promover intervenções em horários de menor movimentação de passageiros, aos finais de semana, feriados e madrugadas. Em caso de dúvidas ou informações complementares, a CPTM coloca à disposição o Serviço de Atendimento ao Usuário: 0800 055 0121 ou pelo chat Conexão CPTM https://chat.cptm.sp.gov.br/i3root/



CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

20 de julho de 2017

Metroviários de SP ameaçam parar na próxima quinta-feira

Compartilhe
O Metrô continua a implantação das bilheterias terceirizadas. Depois da Linha 5, já iniciou o treinamento dos bilheteiros terceirizados para atuação nas Linhas 2 e 1. Com relação à privatização da Linha 5, o leilão foi adiado para 28/9 apenas para dar mais tempo para as empresas interessadas se organizarem melhor.

É preciso preparar a paralisação contra a terceirização e a privatização. A categoria decretou Estado de Greve e indicativo de greve para 27/7.

Eleições para Congresso da Fenametro

A eleição para delegados e delegadas ao 6º Congresso da Fenametro, que será realizado em agosto, acontecerá na assembleia do dia 20/7. Para ser delegado ou delegada participe da assembleia!

Plano de Lutas:
Atos, com distribuição de Carta Aberta à População em frente às bilheterias, no horário das 13h às 15, nos seguintes dias e estações:
– 18/7 – Jabaquara
– 19/7 – Ana Rosa
– 20/7 – Itaquera
– 21/7 – Capão Redondo
– Uso de adesivo a partir do dia 18/7
– Grande ato na estação Sé, no dia 25/7, a partir das 17h

– ASSEMBLEIA QUINTA-FEIRA, 20/7 , às 18h30, no Sindicato

  Pauta: Luta contra a terceirização e a privatização, as Reformas de Temer e eleição para o Congresso da Fenametro
– Distribuição de Carta Aberta e retirada de uniforme no dia 24/7
O Metrô não quer realizar concursos internos para preencher as vagas de OTs na Linha 5 e por isso está recrutando OTs das Linhas 1, 2 e 3 para trabalhar na L 5. O Sindicato orienta os OTs que não aceitem essa proposta. O Sindicato também orienta os OTM1 a não darem treinamento aos terceirizados nas bilheterias.

19 de julho de 2017

Ferroviários decidem pela greve a partir de 1º de agosto

Compartilhe
Nas assembleias realizadas na terça-feira,18, a categoria ferroviária decidiu pelo “estado de greve” até dia 31 de agosto e GREVE a partir da ZERO hora do dia 1º de agosto, em todas as linhas da CPTM se a empresa insistir em reduzir a tabela salarial atual em 3,51%.

A redução é referente ao dissidio coletivo de 2011, ou seja, de 6 anos atrás, e desde então esse valor foi incorporado aos salários dos ferroviários, passando a fazer parte do contrato, mesmo com recurso pela empresa, no TST.

Nossa defesa

O desconto, segundo ela, será feito na tabela salarial atual, em razão de entendimento de manifestação do TST, cujo recurso ainda não transitou em julgado. Para o sindicato ele é ilegal por vários motivos.

Nesse período, vários acordos coletivos foram assinados com reajustes negociados ou arbitrados pelo TRT, sem que a CPTM ressalvasse esta pendência judicial, que já estava incorporada ao contrato de trabalho dos ferroviários.

O desconto prejudica a todos, e mais ainda aqueles que ingressaram na empresa só depois de 1º de março de 2011, que nada têm a ver com este processo.

Em 2014 foi implantado um novo PCCS, quando a CPTM considerou não apenas os salários da empresa, mas os valores praticados no mercado, cuja aprovação veio dos órgãos do governo do estado. Nesse momento ela iniciou uma nova tabela, inclusive usada para publicar os valores dos salários iniciais dos seus concursos.

A decisão da CPTM vai contra a lei, pois o reajuste já constituiu direito adquirido do trabalhador ferroviário da CPTM; argumento que foi ressalvado no julgamento do TST sobre este dissídio, onde ressalta que “ficam ressalvadas situações fáticas já constituídas”.

Assessoria de imprensa do Sindicato 

18 de julho de 2017

Corpo é achado em matagal de linha da CPTM

Compartilhe
O corpo de um homem foi encontrado em uma área de matagal, às margens da estação Itaim Paulista da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), da linha—12 Safira, por volta das 13h30 de ontem (17).

Segundo a polícia, o corpo foi encontrado por agentes de segurança da companhia. O homem foi identificado como Ualph Cicero dos Santos Rocha, de 23 anos. Ele usava uma camiseta preta e bermuda azul.

Segundo os agentes, o cadáver apresentava fratura exposta na mão direita, mas nenhuma marca aparente de tiro. O local foi isolado para perícia.

De acordo com a mãe da vítima, que reconheceu o corpo do filho, Ualph estava desaparecido desde a noite da última sexta-feira (14).

O caso foi registrado na Delpom (Delegacia de Polícia do Metropolitano), como morte suspeita e será investigado pelo 50º DP (Distrito Policial), do Itaim Paulista.

R7
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).