25 de março de 2015

Problemas na Linha 10 da CPTM engaja usuários na Internet

Compartilhe
"Por que, nas últimas semanas, o trem da linha 10 Turquesa tem levado o dobro do tempo de Mauá até Tamanduateí, CPTM?", quer saber uma usuária do Twitter, na última terça-feira (24). 

O twitter oficial da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) não respondeu à pergunta, mas o tweet foi divulgado por outra conta, a @Linha10_CPTM, que monitora o transporte sobre trilhos que liga o ABC à capital. Reclamações como a da internauta são recorrentes. Segundo o responsável pela conta na internet, a linha férrea está "parada no tempo, sem receber qualquer investimento".

O twitter faz parte de um projeto independente chamado Diário da CPTM, que apresenta informações em tempo real sobre os serviços da empresa. De acordo com as análises do administrador Ricardo Guimarães, as fortes chuvas que têm atingido a região provocam enchentes nos trilhos e reduzem a velocidade dos trens. "Mas esse não é o maior problema", afirma o monitorador. "Há pouco tempo, os trens apresentavam princípios de incêndio com frequência. A Linha 10 foi a única a não receber trens novos. Problemas como esse só serão resolvidos com a renovação da frota".

De fato, o Repórter Diário divulgou, em 19 de fevereiro, um incêndio que aconteceu numa das composições do trem que seguia para Rio Grande da Serra, enquanto esteve na estação de Ribeirão Pires. A CPTM não se pronunciou sobre o ocorrido, limitou-se apenas a informar os usuários a respeito do problema através de seus canais oficiais na internet.

Guimarães, que afirma receber informações "superficiais" da CPTM, cita que a companhia já realizou a compra de um novo lote de trens, mas não há previsão de quando será entregue. Especula-se, também, que a entidade incluirá trens da série 1100, mais antiga, para reforçar a atual frota de trens série 2100, mas "a empresa nega que esteja com planos de colocar tais composições na linha", afirma o administrador. "Os trens que estão em funcionamento são feitos para percorrer longas distâncias, não são feitos para atingir grandes velocidades, não são a melhor opção para o transporte no meio urbano", esclarece.


Participação 

Quem segue e acompanha os perfis nas redes sócias do Diário da CPTM podem contribuir com informações, imagens e reclamações. Nos últimos dias, observa-se que a conta @Linha10_CPTM tem difundido mensagens indignadas dos moradores do ABC que enfrentam dificuldades no trajeto até São Paulo. Estações lotadas e as sujeiras nos seus entornos, que não são de responsabilidade direta da CPTM e sim das prefeituras, também incomodam os usuários. 

O perfil tira dúvidas dos usuários, informa previsões de regularização da velocidade das vias, e cede informações oficiais da CPTM. "Mas não temos restrição nenhuma em informar o que realmente acontece", diz Guimarães.
O Diário da CPTM foi criado em 2010, quando os novos trens da CPTM começaram a circular. O administrador afirma tomar cuidado para não divulgar dados falsos em sua conta. "Eu sempre checo, antes, diretamente com a companhia, para saber se há procedência no que os seguidores dizem. O aplicativo CPTM Oficial também ajuda nesse processo", conta o administrador. "Quando criei a proposta, tomei a liberdade de fazer o que a empresa não fazia, que era se comunicar com os usuários, e isso é o que ainda busco fazer".

CPTM

A companhia informou, em nota, que, como os trilhos circulam a céu aberto, os serviços estão sujeitos as interferências do tempo, como chuvas, alagamentos, raios, quedas de árvores, além de invasões de veículos e pessoas na faixa ferroviária. No que diz respeito ao tempo, a CPTM afirma consultar o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) da Prefeitura de São Paulo e a Defesa Civil do Estado deSão Paulo para, em caso de chuvas fortes, reforçar a equipe de manutenção e de funcionários. Há também para-raios instalados e obras pontuais executadas em trechos onde os alagamentos são mais críticos.

A empresa, porém, ressalva que "a solução definitiva [dos problemas] depende de ações conjuntas com órgãos estaduais e prefeituras. A CPTM esclarece que vem atuando junto aos órgãos envolvidos no sentido de realizar ações conjuntas, para que efetivamente seja obtido o resultado esperado", diz a assessoria.

Por fim, a CPTM afirma que a infraestrutura está sendo modernizada, com novas estações sendo construídas e reformas nas antigas. Não é informado, porém, o prazo para finalização de tais obras. "Estão em fabricação mais 65 trens, que começam a ser entregues a partir do fim deste ano", promete a companhia.

Reporter Diário
Victor Hugo Felix

Lollapalooza divulga plano especial de transporte para o festival

Compartilhe

Os organizadores do festival Lollapalooza, que acontece nos dias 28 e 29 de março, junto com as autoridades públicos prepararam um esquema especial de trânsito para quem vai curtir os shows e para os paulistanos que precisem passar pelo local.

Assim como na última edição do festival, a recomendação é privilegiar o uso de transporte coletivo público. Apesar da operação do tráfego no entorno do Autódromo, o trânsito pode ser intenso na região. Há poucas opções de estacionamento e as 1.000 vagas disponibilizadas no Autódromo estão praticamente esgotadas. 

O entorno do Autódromo terá a Av. Sen. Teotônio Vilela (sentido único, trecho entre Av. Jangadeiro e Av. Interlagos), Rua Jaquirana e Rua do Autódromo totalmente interditadas, a partir das 0h de sábado até 24h de domingo. Além disso, poderão ocorrer bloqueios momentâneos em decorrência do volume de pedestres ao final do evento nos dois dias.

Transfer ida e volta

A CET e a Prefeitura de São Paulo informam que as vagas existentes nas ruas do entorno do Autódromo são limitadas e será realizada uma fiscalização intensa na região, para coibir estacionamento em locais proibidos. 

Portanto, o espectador terá como ótima opção o Lolla Transfer, serviço que faz o traslado de IDA e VOLTA do festival Lollapalooza saindo do Sheraton WTC Club com direção ao Autódromo de Interlagos por meio de vans ou ônibus. O valor do Lolla Transfer é de R$ 50,00. Este serviço é INDIVIDUAL e intransferível.  As vendas acontecem por meio do site da Tickets for Fun (http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=LOLLATR15). No dia, no Sheraton WTC Club, pagamento somente com cartão de crédito ou débito. NÃO SERÁ ACEITO DINHEIRO. Capacidade sujeita a 1500 veículos por dia. 

Vias abertas

Para a realização do Lollapalooza Brasil não serão fechadas as principais vias de acesso ao Autódromo de Interlagos. Segundo estudo da CET, a liberação do trânsito facilitará a locomoção do público na região, visando melhor acesso e mobilidade do público. As pessoas que não forem se divertir no festival, devem evitar a região. 

CPTM e pré-bilhetagem

Segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, os trens da Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú), circularão com menor intervalo. A estratégia também prevê reforço nas equipes operacionais e de segurança, e instalação de direcionadores de fluxo no acesso à estação Autódromo, de modo a agilizar o embarque dos usuários no retorno. A estação Autódromo fica a 800 metros do portão de acesso do Autódromo de Interlagos. 

No sábado, a circulação de trens ocorre até a 01h (da madrugada de domingo), assim como a integração com a Linha 4 – Amarela do Metrô. Nesse sentido, os usuários devem ficar atentos ao retorno e a possibilidade de transferência, embarcando na Estação Autódromo com 40 minutos de antecedência. Já no domingo, os trens da CPTM e da Linha 4 do Metrô circulam até a meia noite. 

A CPTM recomenda aos usuários adquirirem antecipadamente o seu bilhete de ida e volta para facilitar a viagem. Mais informações podem ser obtidas no 0800 0550121. 

Operação de Trânsito

A operação de trânsito será executada pelos Agentes de Trânsito da CET e pessoal de apoio. Haverá veículos operacionais e motocicletas, que trabalharão para manter a fluidez, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos, orientar pedestres e efetuar as interdições durante os dias do evento. Além disso, os bloqueios contarão com o apoio da Polícia Militar. Guinchos circularão em toda a área de abrangência do evento para impedir e reprimir o estacionamento irregular. Os veículos estacionados irregularmente serão removidos para os depósitos públicos municipais. 

Serão utilizados painéis de mensagens fixas, que informarão sobre os horários dos diversos fechamentos, as rotas alternativas e sobre as restrições de estacionamento. Planos semafóricos especiais serão implantados para garantir a fluidez e a CET fará o monitoramento de toda a área do evento, permitindo que técnicos implantem ajustes na programação dos semáforos em função das condições do trânsito em cada momento. 

ALTERAÇÕES NO SISTEMA VIÁRIO 

A partir das 0h de sábado até 24h de domingo serão interditadas as seguintes vias:

Av. Sen. Teotônio Vilela (sentido único, trecho entre Av. Jangadeiro e Av. Interlagos)

R. Jaquirana

R. do Autódromo

Nas vias do entorno do Autódromo poderão ocorrer bloqueios momentâneos em decorrência do volume de pedestres ao final do evento. 

Além de moradores credenciados, somente veículos oficiais passarão pelos bloqueios. 

Devido ao aumento na circulação de veículos e pedestres, e a montagem do bolsão para táxis, não será ativada a ciclofaixa delazer no trecho Guarapiranga. 

COMO CHEGAR AO AUTÓDROMO 

TREM

Essa é a melhor alternativa para quem quer fugir do trânsito. A Estação Autódromo localizada na Rua Plínio Schmidt, fica a apenas 800 metros do setor K-9 do Autódromo, a aproximadamente seis minutos de caminhada. O caminho a ser percorrido pelos pedestres até os portões de acessos é o seguinte: 

O passageiro deve sair da estação Autódromo, na Rua Plínio Schmidt, seguir pela esquerda até a Rua Justino Nigro, subir esta via até o fim, e estará no portão K9. Para os demais portões, os pedestres deverão seguir à esquerda pela Avenida Jacinto Júlio. Haverá uma equipe de orientadores, segurança e sinalização fixa indicando este caminho. 

Do Centro

Quem está próximo à Estação Luz, pode utilizar a Linha 4 (Amarela) do Metrô, descer na Estação Pinheiros e fazer a transferência para a Linha 9 (Esmeralda) da CPTM para desembarcar na Estação Autódromo. Já na Estação Barra Funda existe a opção através da Linha 7 para alcançar a estação Luz para transferência gratuita para Linha 4. 

Outra opção de trajeto saindo da Estação Barra Funda pela Linha 8, seguindo até a Estação de Presidente Altino e fazendo a transferência para a Linha 9 , no sentido da Estação Autódromo. 

Da Zona Oeste

A Linha 9 (Esmeralda) da CPTM, que leva ao Autódromo, tem início em Osasco e passa pelas regiões da Leopoldina, Jaguaré e Pinheiros. Pode ser acessada diretamente pelos moradores da região através das Estações Ceasa, Vila Lobos-Jaguaré, Cidade Universitária ou Pinheiros. 

Já quem está mais próximo da Linha 2 (Verde) do Metrô, pode seguir até a Estação Consolação, fazer transferência para a Linha 4 (Amarela) do Metrô (sentido Butantã), descer na Estação Pinheiros e fazer transferência para a Linha 9 (Esmeralda) da CPTM para desembarcar na Estação Autódromo. 

Da Zona Leste

Quem está na Zona Leste, tem como opções as Linhas 3 do Metrô e 11 da CPTM.

Seguindo pelo Metrô, desembarcar na Estação República e fazer transferência para a Linha 4 (Amarela) até a Estação Pinheiros e depois para a Linha 9  (Esmeralda) da CPTM. 

Já quem está mais próximo do extremo leste da região, pode contar com a Linha 11 (Coral) chegar a Estação Luz e seguir pela Linha 4 (Amarela) do Metrô, desembarcar na Estação Pinheiros e fazer transferência para a Linha 9 (Esmeralda) da CPTM. 

Da Zona Norte

O passageiro que está nos bairros de Santana e do Tucuruvi acessa diretamente a Linha 1 (Azul) do Metrô. Desembarca na Estação da Luz e faz transferência para a Linha 4 (Amarela) do Metrô (sentido Butantã) para desembarcar na Estação Pinheiros, onde faz transferência para a Linha 9 (Esmeralda) da CPTM. 

Da Zona Sul

O morador da região de Santo Amaro ou do Campo Limpo pode chegar à Linha 9 (Esmeralda) da CPTM pela interligação com a Linha 5 (Lilás) do Metrô, na Estação Santo Amaro. Moradores da região do Morumbi ou do Itaim podem acessar diretamente a Linha 9 (Esmeralda) da CPTM para chegar à Estação Autódromo. 

TRANSPORTE COLETIVO E LOCAIS PARA ESTACIONAMENTO DE VEÍCULOS

A SPTrans preparou um esquema especial de linhas de ônibus regulares com aumento da frota no final de semana e horário diferenciado. Durante o período de interdição da Av. Sen. Teotônio Vilela, as linhas que se utilizam desta via com destino ao Centro serão desviadas na Av. do Jangadeiro à esquerda seguindo pela Pça Moscou e à direita na Av. Interlagos, no sentido Bairro a circulação de ônibus não sofrerá alteração, haverá acompanhamento operacional da SPTrans. Para informações referentes às linhas de transporte coletivo que atendem aquela região, ligue para o Tel. 156 ou acesse o site: http://www.sptrans.com.br 

LINHA ESPECIAL SPTRANS

No sábado das 21h às 02h e domingo das 20h às 01h TERMINAL SANTO AMARO da SPTRANS:

- Av. Sen. Teotônio Vilela, entre Av. do Jangadeiro e Av. Interlagos. Portão 8

- Av. Jacinto Júlio junto ao portão K-9 

LINHAS DA MADRUGADA

Pela Av. Interlagos operam as linhas noturnas N601/11 Term. Grajaú - Term. Pq. D. Pedro II e N632/11 Term. Grajau - Term. Santo Amaro (via Av. do Rio Bonito), também há cobrindo a linha 9/ Esmeralda a linha N631/10 Term. Grajaú - Term. Santo Amaro (via Av. Jair Ribeiro da Silva e Av. das Nações Unidas). 

TÁXI

Também a partir das 20h a CET disponibilizará três áreas de embarque para TÁXI:

- Av. Sen. Teotônio Vilela, entre Av. do Jangadeiro e Av. Interlagos, junto ao Portão 8 do Autódromo;

- Av. Interlagos (bairro-centro), junto ao Portão T-L do Autódromo;

- Av. Jacinto Júlio (bairro-centro), junto ao Portão K-9 do Autódromo. 

ÁREA DE ESTACIONAMENTO PARA VEÍCULOS

O estacionamento na área interna do Autódromo, com acesso pelo Portão G, com capacidade para cerca de 1.000 veículos destinado para o público que adquiriu antecipadamente o ticket de estacionamento. 

ÁREA DE ESTACIONAMENTO PARA ÔNIBUS FRETADO

Haverá um bolsão para estacionamento na área interna do Autódromo, com acesso pelo Portão Z, para os ônibus que foram credenciados pelo organizador. 

PONTO DE ENCONTRO

Para quem pretende levar e buscar alguém neste evento, a CET recomenda a utilização da Pça Enzo Ferrari, e a área identificada na Av. Jacinto Júlio (B/C) lembrando que não é permitido estacionar nesta via.

A operação de EMBARQUE / DESEMBARQUE deverá ocorrer no tempo estritamente necessário para este fim. 

Aeroporto até o Autódromo

Para quem vem ao Lollapalooza e desembarcar em algum dos aeroportos, aconselha-se optar pelo transporte privado: 

Aeroporto de Congonhas

Táxi Comum - Bandeira 1: R$ 40,53 | Bandeira 2: R$ 50,74

Táxi Especial - Bandeira 1: R$ 50,13 | Bandeira 2: R$ 62,93

Táxi Luxo - Bandeira 1: R$ 59,59 | Bandeira 2: R$ 74,97

*valor aproximado 

Aeroporto de Guarulhos

Táxi Comum - Bandeira 1: R$ 118,18 | Bandeira 2: R$ 150,99

Táxi Especial – Bandeira 1: R$ 146,77 | Bandeira 2: R$ 187,90

Táxi Luxo – Bandeira 1: R$ 174,92 | Bandeira 2: R$ 224,35

*valor aproximado 

CAMINHOS ALTERNATIVOS / DESVIOS 

Veículos particulares com origens das Regiões/Rodovias descritas abaixo deverão utilizar como acesso ao Autódromo:

Região de Santo Amaro: Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros sentido Interlagos), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia.

Regiões do Brooklin / Aeroporto de Congonhas, Rodovia dos Imigrantes/Anchieta: Av. Dos Bandeirantes, Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros sentido Interlagos), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia.

Região da Av. 9 de Julho: Av. Cidade Jardim, Ponte Eng.º Roberto R. Zuccolo (Cidade Jardim), Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros sentido Interlagos), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia..

Região do Itaim: Av. Juscelino Kubitschek, Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros sentido Castelo Branco) retorno Ponte Eng.º Roberto R. Zuccolo (Cidade Jardim), Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros sentido Interlagos), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia.

Região central (Consolação/Rebouças): Av. Eusébio Matoso, Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros Sentido Interlagos), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia.

Região da Lapa: Pça. Panamericana, Av. Prof. Manoel José Chaves, Ponte Cidade Universitária, Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros Sentido Interlagos), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia.

Zonas Norte/Leste/Marg. Tietê e Rodovia Pres. Castelo Branco: Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia.

Rodovia Régis Bittencourt: Av. Prof. Francisco Morato, Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros Sentido Interlagos), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia. e Av. Lineu de Paula Machado.

Rodovia Raposo Tavares: Rodovia Raposo Tavares, R. Sapetuba, Av. Prof. Francisco Morato Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros Sentido Interlagos), Av. Miguel Yunes, Ponte Vitorino Goulart, Ramo C, Av. Feliciano Correia. 

RECURSOS HUMANOS

Haverá acompanhamento integral do evento por parte da equipe operacional da CET. 

PRINCIPAIS PONTOS DE OPERAÇÃO

Haverá acompanhamento operacional:

- Av. Interlagos

- Av. Sen. Teotônio Vilela

- R. Jaquirana

- R. do Autódromo

- Praça Enzo Ferrari

- Av. do Jangadeiro

- Av. Jacinto Júlio

- Av. Feliciano Correia

- Rua Manuel de Teffé

- Av. João Paulo da Silva

- R. Plinio Schmidt

- Av. Miguel Yunes

- Ponte Jurubatuba

- Ponte Vitorino Goulart

RECURSOS MATERIAIS DE SINALIZAÇÃO

- 69 super-cones

- 1.103 cavaletes

- 12.160 metros de fita zebrada

- 64 faixas de vinil

- 123 banners 

RECOMENDAÇÕES AO PÚBLICO

a) Dê preferência à utilização de transporte coletivo. Ao término do festival utilize a linha TERMINAL SANTO AMARO ou a CPTM;

b) A estação AUTÓDROMO DA CPTM está localizada a 800m do Autódromo, sendo uma excelente opção de transporte para o evento. Informe-se sobre os horários de funcionamento no site da CPTM.

c) Evite estacionar próximo ao Autódromo.

d) Respeite a sinalização de trânsito. Não estacione seu veículo em fila dupla, sobre calçadas, canteiros centrais, frente a guias rebaixadas, recuos de imóveis ou sobre praças públicas.

e) Não confie em guardadores de carros que indicam locais para você estacionar que não sejam permitidos.

f) Se necessitar pedir informações, faça-o de forma a não atrapalhar a fluidez de trânsito.

g) Não estacione em locais onde haja canalizações com cones ou cavaletes.

h) Siga as orientações dos agentes da CET e da Polícia Militar.

i) Em caso de dúvidas ligue “1188”, telefone de atendimento da CET.

j) Antecipe sua chegada ao Autódromo, garantindo assim maior comodidade e segurança no acesso ao evento.

k) Ao término do festival, tenha calma ao sair do Autódromo, localize-se e cuide de seus pertences, evitando locais ermos.

l) Se beber, não dirija.

m) Pais e responsáveis atentem quanto ao local pré-determinado para o ponto de encontro na saída do evento.

n) A circulação de veículos na região somente será restabelecida após a liberação da via pelos pedestres.

o) Usuários do serviço de táxi: Em caso de cobrança de tarifa abusiva, denuncie através dos telefones 2692-3302 ou 2291-5416 (S.A.C. Depto. de Transportes Públicos – DTP) ou e-mail para dtpsac@prefeitura.sp.gov.br. Identifique o taxista através do número da credencial (adesivo no para-brisa do veículo) ou número da placa do veiculo. Para elogios ao motorista ou serviço, achados e perdidos, e outros, utilize estes mesmos telefones e e-mail.

AOS MORADORES: 

Os moradores de Interlagos devem ficar atentos ao impacto viário, mas não precisam fazer qualquer alteração de comportamento para os dias do festival. As vagas dos prédios e condomínios da região serão credenciadas e os habitantes receberão adesivos de identificação. Com intuito de esclarecer dúvidas, haverá um call center disponível para informações a ser divulgado em breve. 

Os moradores do entorno do Autódromo de Interlagos serão credenciados pela T4F. O acesso será feito apenas com credencial, que deverá obrigatoriamente ser afixada no para-brisa do veículo. Devido ao grande número de pedestres é solicitado aos moradores que evitem circular de carro no perímetro.

O Reporter

Obras na Linha 4 do metrô paulista serão retomadas em abril

Compartilhe

O consórcio Corsán-Corviam deve retomar as obras na Linha 4 - Amarela do metrô de São Paulo até o fim de abril. Após reuniões entre dirigentes do metrô, do consórcio e da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, houve acordo que definiu ainda o prazo de 12 meses para a conclusão das estações Higienópolis-Mackenzie e Oscar Freire, além do pátio e do terminal de ônibus de Vila Sônia.

O contrato para execução do restante das obras na Linha 4, pelo mesmo consórcio, será rescindido. Haverá nova licitação para que as estações Morumbi e Vila Sônia sejam concluídas.

As obras da segunda fase da linha, que incluem as quatro estações citadas, foram licitadas em 2011 e começaram em abril de 2012. Em janeiro de 2015, o Metrô acionou o consórcio por causa da redução do  ritmo das obras, que estariam atrasadas.

O acordo entre as partes foi avalizado pelo Banco Mundial (Bird), que financia a obra, o que, segundo o Metrô, “garante a disponibilidade dos recursos para a conclusão da linha”.

No mês passado, o governador Geraldo Alckmin anunciou que nova licitação deveria ser feita para que outra empresa assumisse o restante das obras.

Na época, ele disse que o consórcio não tinha equipamentos nem insumos para que as obras continuassem. “Já comunicamos ao Banco Mundial para fazer rescisão contratual. Vamos levantar a garantia e aí, certamente, relicitar a obra”, ressaltou.

Em nota, a concessionária havia respondido que, por causa do desequilíbrio econômico-financeiro da obra, vinha fazendo esforços para reajustar o fluxo de pagamentos do projeto de construção da Linha 4 do Metrô.

“O fato foi gerado por atrasos na entrega e definição dos projetos executivos por parte do Metrô. Além disso, há morosidade na aprovação de novos serviços, cuja responsabilidade está fora do escopo do contrato inicial”, acrescentou a nota.

Agencia Brasil

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Funcionamento das estações: (*) das 4h às 00h (segunda a sexta e domingos) e das 4h à 1h (sábados)

NOTA: A CPTM garante ao usuário a transferência entre linhas, desde que esteja em sua última estação de transferência até as 00h00


(*) Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.