15 de outubro de 2013

Metrô estuda ponte flutuante contra interdição da ciclovia do Pinheiros

Foto: Ricardo Guimarães
Trecho de ciclovia seria interditado para obras da Linha 17-Ouro.
Projeto também prevê construção de ponte flutuante e novo acesso.

Assista o vídeo 

O Metrô de São Paulo estuda a construção de uma ponte flutuante e de uma nova pista para ciclistas no Rio Pinheiros, entre as estações Vila Olímpia e Granja Julieta da Companhia Paulista de Trens Meropolitanos (CPTM). O objetivo é evitar a interdição de um trecho da ciclovia para obras da Linha 17-Ouro.
O projeto, que ainda depende de ajustes finais, prevê a construção de uma ponte flutuante na altura da Usina Elevatória de Traição e de um novo acesso pela Ponte João Dias.

Segundo o Metrô, a entidade já havia firmado, em reuniões com cicloativistas, o compromisso de manter a suspensão da interdição da ciclovia para obras da Linha 17-Ouro até que fosse encontrada uma alternativa para os ciclistas.

A decisão de interditar um trecho de 4 km dos 21 km da ciclovia causou polêmica. De um lado, o governo diz que é essencial fechar a pista para fazer as obras da linha 17-Ouro do monotrilho, que vai ligar o Morumbi ao Jabaquara e ao Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul da capital paulista. De outro, há o interesse dos ciclistas.

A interdição foi anunciada no final de setembro. Logo depois, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos voltou atrás. No dia 4 de outubro, numa reunião a portas fechadas com o Ministério Público, a direção do Metrô reafirmou que fechar a ciclovia era a solução de menor impacto para a cidade.

“MP propôs ao Metrô alternativas para que não houvesse a interrupção da ciclovia por este período, que é grande, um ano e meio, dois anos”, disse o promotor de Justiça Maurício Antônio Ribeiro Lopes. A solução passa pelo outro lado do rio. Sob as pontes Ary Torres e João Dias, o ciclista vai acessar um trecho que agora abriga o Projeto Pomar. O cascalho vai ser coberto por manta asfáltica e virar ciclovia.
A Secretaria dos Transportes Metropolitanos disse que essa ideia e outras alternativas serão discutidas com os ciclistas. A interdição está suspensa até que se encontre uma solução.

Obras linha 17
A construção da Linha 17-Ouro começou em março de 2012. O primeiro trecho será uma ligação com 7,7 km do Aeroporto de Congonhas até a Estação Morumbi da Linha 9-Esmeralda da CPTM).
Quando estiver totalmente concluída, a linha terá 18 km de extensão, ligando o bairro do Morumbi ao Jabaquara, com um total de 18 estações. Segundo a Companhia Paulista dos Trens Metropolitanos (CPTM), aproximadamente 10 mil pessoas utilizam a Ciclovia do Rio Pinheiros semanalmente.

G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).