13 de junho de 2013

Movimento é tranquilo na estações da CPTM em Mogi das Cruzes

Tribunal Regional do Trabalho determinou fim da greve nesta quinta (13).
Em Mogi, greve atrapalhou a rotina de universitários em semana de prova.

O movimento na porta das estações estações ferroviárias da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) em Mogi das Cruzes, que fazem parte da linha 11-Coral, é tranquilo no início da noite desta quinta-feira (13).

Por volta das 19h30, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) determinou que os grevistas retornassem ao trabalho imediatamente. Por conta disso, a categoria deve voltar a trabalhar ainda nesta noite, mas não há previsão para o horário de retorno ao funcionamento.

As Linhas 11- Coral e 12-Safira continuavam paralisadas no início da noite. A Linha 9-Esmeralda, que também estava parada, voltou a funcionar no trecho entre as estações Grajaú e Pinheiros por volta das 17h40 desta quinta-feira (13).

De acordo com o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região, a greve foi julgada não abusiva, com determinação de retorno imediato de 100% da categoria, sob pena de multa diária de R$ 200 mil. Houve um aumento da multa, que antes era de R$ 100 mil reais. Na próxima quarta-feira (19) haverá uma segunda reunião do julgamento do dissídio coletivo, também no TRT.

Prova na faculdade

A paralisação dos trens atrapalhou a vida de alguns universitáiros que utilizam o sistema diaruamente para chegar às universidades em Mogi das Cruzes. Emuly Calderano chegou à Mogi das Cruzes às 19h30. "Estamos na semana de prova e quase perdi a hora. A prova já é dificil e a gente ainda é obrigado a passar por isso", diz a universitária.

A estudante Estela Cursino também passou pela mesma dificuldade. Ela saiu pegou um dos ônibus dos sistema Paese e, mesmo assim, chegou atrasada. Ela também iria fazer prova nesta quinta. "Estou muito cansada e ainda tenho que fazer prova", explica Estela.


Paralisação
A paralisação dos ferroviários atingiu completamente as linhas 9-Esmeralda, 11- Coral e 12-Safira. A linha 8-Diamante.

A greve dos funcionários da CPTM começou à 0h desta quinta-feira, após assembleia realizada na noite desta quarta-feira (12). Em nota, a CPTM afirmou que considera irresponsável a decisão dos sindicatos que representam os empregados das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda 11-Coral e 12-Safira de paralisar a prestação dos serviços.

Reivindicações dos ferroviários

De acordo com  Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central grevistas, a CPTM quer que os maquinistas sejam operadores de trem, mas eles não aceitam a proposta. Os trabalhadores justificam que maquinista é uma profissão antiga, reconhecida pela CLT e tem beneficio de aposentadoria aos 25 anos de profissão, já como operador teriam que trabalhar por 35 anos, segundo os grevistas.

Eles não aceitam a implantação de um plano de carreira sem que ele seja discutido melhor com a categoria. Os trabalhadores reclamam também do valor da cesta básica, que atualmente é de R$ 76 e vai para R$ 100 em 2014. Os grevistas reivindicam R$ 150 para esse ano. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil (que representa as linhas 11 e 12) vai se reunir em assembleia às 14h desta quinta na Estação da Luz, em São Paulo, mas afirmam que a CPTM ainda não sinalizou nenhuma proposta.

Perfil das linhas
A  CPTM informou que a Linha 11-Coral-Expresso Leste (Luz-Guaianazes), no total, tem 50,8 quilômetros de extensão e vai de Guaianazes a Estudantes, em Mogi das Cruzes. No trecho entre Luz e Guaianazes são transportada 450 mil pessoas por dia útil  e cerca de 200 mil na extensão de Guaianazes-Estudantes.
Já a Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana) transporta a média de 240 mil passageiros por dia útil, segundo a CPTM.


http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/2013/06/movimento-e-tranquilo-na-estacoes-da-cptm-em-mogi-das-cruzes.html
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa
ÚNICO DA REGIÃO ENTREGUE TOTALMENTE ACABADO, COM PISO EM TODAS AS ÁREAS ✅ ESCRITURA GRÁTIS! 💥 APARTAMENTOS LOCALIZADOS A 1,8 KM DA ESTAÇÃO BALTAZAR FIDÉLIS 💥 Se você: ✅ Trabalha registrado ✅ Possui renda familiar de R$ 2200 ou mais ✅ Possuis FGTS Não perca mais tempo, saiba que você possui um excelente potencial de financiamento e não pode deixar essa oportunidade escapar! SUA OPORTUNIDADE CHEGOU ✅ 1 Vaga ✅ Condomínio com portaria 24hs. ✅ Piscina ✅ Salão de Festas ✅ Churrasqueira ✅ Quadra ✅ Playground ✅ Plantas de 46 e 46 M². O único da região que entrega totalmente acabado e pronto para morar ***Use seu FGTS *** Financiamento Caixa Econômica Federal *** Entrega garantida pela Caixa prevista para maio de 2019. Localização Município: Francisco Morato CEP do imóvel: 07996-005 Bairro: Res São Luis VISITAS SOMENTE COM AGENDAMENTO PRÉVIO Fale com agora mesmo no telefone ou WhatsApp com: RICARDO - 11-987405205