26 de junho de 2014

BNDES assina contrato de financiamento para linha 6-Laranja do Metrô

O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) autorizou convênio no valor total de R$ 4,7 bilhões para financiar o início das obras da linha 6 do metrô de São Paulo. 

O contrato foi assinado nesta quinta-feira (26) com a presença da Presidenta da República, Dilma Rousseff, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, o Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital, Fernando Haddad. A primeira parte do financiamento será de R$ 1,7 bilhão.

 Os recursos contratados fazem parte de operação aprovada pelo BNDES em abril deste ano. O valor será destinado à implantação da Linha 6-Laranja do metrô paulistano, no trecho entre as estações Brasilândia e São Joaquim. A estimativa é que a nova linha atenda 633,3 mil passageiros por dia útil, tendo prazo de seis anos para ficar pronta. 

A nova linha terá extensão operacional de 13,3 km, 15 estações, um pátio de manutenção e estacionamento para 20 trens.

De acordo com o governo de São Paulo, responsável pelos metrôs e trens, a Linha 6 deve beneficiar, no geral, 605,4 mil habitantes e 616,4 mil trabalhadores que atuam na região Central e nas zonas Oeste e Noroeste da capital, onde se destacam os distritos de Brasilândia, Freguesia do Ó, Lapa, Barra Funda, Perdizes, Consolação, Bela Vista e Liberdade.

 “De 2003 até hoje, o Banco já contratou com o Estado de São Paulo cerca de R$ 10 bilhões em projetos de mobilidade urbana para a região metropolitana”, destacou o presidente Luciano Coutinho durante a cerimônia, que aconteceu na sede da prefeitura de São Paulo. 

Ele informou ainda que o Banco tem em carteira outros projetos de mobilidade urbana para a região no valor aproximado de R$ 13 bilhões.

 Com informações do BNDES.

Fonte: Jornal GGN

Postar um comentário

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.