20 de junho de 2014

Estação tombada será desativada

As estações ferroviárias de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra serão desativadas depois que a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) concluir as obras de modernização das paradas da Linha 10-Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra). Ambas os terminais são tombados pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico). A previsão é que as obras comecem entre julho e agosto.

A companhia informa  que, para preservar a estrutura dos imóveis, serão construídas estações ao lado dos atuais pontos de parada. Ainda não foram definidas as localizações exatas, mas a empresa garante que as plataformas ficarão localizadas a poucos metros das atuais. Também não há decisão sobre o que será feito nos espaços depois da desativação.

Para o vice-presidente do Instituto do Patrimônio do Grande ABC, Adalberto Dias Almeida, é fundamental que alguma atividade seja mantida, com intuito de evitar degradação. “A minha preocupação com os tombamentos é o abandono. O que não é usado acaba estragando”, comenta.

O especialista salienta a importância de que a ocupação seja relacionada à cultura ou à história. “Tem de ser feito um estudo para reutilização como espaço cultural. Não pode ser transformada em um depósito de materiais ou centro de reparo de trens.”

Além da reconfiguração das estações como espaço de finalidade educativa, Almeida reforça a importância de que sejam mantidas referências à atividade ferroviária. “Tem que permanecer a memória e a contribuição que essas estações tiveram para a história da região, desde a época em que a ferrovia era utilizada pelos ingleses”. Ele se refere à São Paulo Railway, ferrovia que ligava Santos a Jundiaí, passando pelo Grande ABC, que funcionou de 1867 a 1946. A construção da via férrea foi financiada com capital inglês.

Sobre a não utilização do espaço como centro de memória referente à atividade original, Almeida cita como exemplo o Museu da Língua Portuguesa, que foi inaugurado em 2006 e funciona dentro da Estação Luz, na região central da Capital.

ABANDONO

O principal exemplo do abandono à história ferroviária da região é observado na Vila de Paranapiacaba, em Santo André, que também fazia parte do itinerário da São Paulo Railway. Em maio, seis carros de passageiros, dois veículos de serviço e 17 vagões que faziam parte de 25 composições viraram sucata após passar cerca de 50 anos abandonados em pátios da MRS Logística. A decisão pela destruição foi tomada após acordo entre o Ministério Público Federal, a MRS e o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). A alegação da Procuradoria é que os materiais estavam provocando problemas ambientais, sociais e paisagísticos e não estavam em processo de tombamento.

Companhia irá reformar 11 pontos da Linha 10-Turquesa

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) irá reformar 11 paradas da Linha 10-Turquesa. Com exceção do Terminal Brás e da Estação Tamanduateí, que foi reconstruída em 2010, todas passarão por intervenções que levarão de 12 a 15 meses para serem concluídas.

As primeiras a entrar em obras serão Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Guapituba, onde os serviços devem começar até agosto. Em seguida, serão reformadas as plataformas Ipiranga, Utinga, Prefeito Saladino e Mauá.

Por serem intervenções significativas, a CPTM classifica o trabalho como reconstrução. Serão feitas coberturas nos espaços de embarque e desembarque e adequações para acessibilidade de deficientes, como instalação de rampas e piso tátil.

Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa
ÚNICO DA REGIÃO ENTREGUE TOTALMENTE ACABADO, COM PISO EM TODAS AS ÁREAS ✅ ESCRITURA GRÁTIS! 💥 APARTAMENTOS LOCALIZADOS A 1,8 KM DA ESTAÇÃO BALTAZAR FIDÉLIS 💥 Se você: ✅ Trabalha registrado ✅ Possui renda familiar de R$ 2200 ou mais ✅ Possuis FGTS Não perca mais tempo, saiba que você possui um excelente potencial de financiamento e não pode deixar essa oportunidade escapar! SUA OPORTUNIDADE CHEGOU ✅ 1 Vaga ✅ Condomínio com portaria 24hs. ✅ Piscina ✅ Salão de Festas ✅ Churrasqueira ✅ Quadra ✅ Playground ✅ Plantas de 46 e 46 M². O único da região que entrega totalmente acabado e pronto para morar ***Use seu FGTS *** Financiamento Caixa Econômica Federal *** Entrega garantida pela Caixa prevista para maio de 2019. Localização Município: Francisco Morato CEP do imóvel: 07996-005 Bairro: Res São Luis VISITAS SOMENTE COM AGENDAMENTO PRÉVIO Fale com agora mesmo no telefone ou WhatsApp com: RICARDO - 11-987405205