21 de novembro de 2013

Alckmin anuncia que Metrô e CPTM terão bilhete mensal próprio


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta terça-feira (19) que vai oferecer um modelo próprio de bilhete mensal válido exclusivamente para quem usa apenas trens do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). O projeto foi batizado de "Bilhete Mensal dos Trilhos".

"Cerca de 30% das pessoas só usam trilho, só Metrô e trem, e para essas nós vamos fazer também o bilhete mensal. Vai ter que fazer um cartão especial", disse o governador. O valor do bilhete ainda está em estudo.

O anúncio ocorre às vésperas de o prefeito Fernando Haddad (PT) colocar em funcionamento uma promessa de campanha: o Bilhete Único Mensal, previsto para estrear no dia 30 de novembro. Alckmin anunciou nesta terça-feira também que quando este Bilhete Único da prefeitura entrar em funcionamento permitirá a integração com o Metrô e CPTM. "Sem o trem e o Metrô, o interesse seria muito pequeno", disse. A expectiativa é que o valor do Bilhete Único Mensal, considerando ônibus, trens e metrô, seja anunciado na quinta-feira (21).

A versão tradicional do Bilhete Único já é aceita em trens e Metrô. Quando um passageiro utiliza em um mesmo período ônibus e transporte sobre trilhos, ele paga o chamado valor de "integração". O passageiro que hoje usa ônibus e Metrô paga uma tarifa de R$ 4,65, enquanto a tarifa única, tanto dos trens quanto ônibus, é de R$ 3.

Técnicos das duas esferas de governo estudam agora qual seria o valor da integração para todo o mês. Segundo o prefeito Fernando Haddad, é analisada a possibilidade de haver uma modalidade de pagamento chamada "bilhete integração", que pode usar o próprio cartão do Bilhete Único Mensal, e que seja válida pelo período de um mês e que também seja aceito em todos os sistemas de transporte.

Técnicos do estado e do município se reúnem há 60 dias para tratar da integração dos sistema. Sem a integração, a Prefeitura previa que o Bilhete Único Mensal custaria R$ 140. "Nós não tínhamos segurança da adesão do governo do estado. Então, nós lançamos o preço do bilhete mensal para o ônibus. Com base na tarifa de 3 reais, 140 reais. Isso está decidido", disse Haddad.

Capital paulista 
Segundo o diretor de gestão econômico-financeira da SPTrans, Adauto Farias, até quinta-feira (7), 120 mil pessoas tinham feito a solicitação de cadastro para obter o bilhete - o equivalente a apenas 2% do número de passageiros de ônibus, um total estimado em 6 milhões.

A Prefeitura espera que tal índice cresça com a efetivação do projeto e uma otimista adesão do Metrô e da CPTM. Por ora, quem utiliza os respectivos transportes sobre trilhos não será beneficiado pelo bilhete mensal. A economia será sentida a partir da 46° viagem de ônibus.

Eclusa 
Alckmin iniciou nesta terça a construção da eclusa da barragem da Penha, na Zona Leste de São Paulo . A eclusa acrescentará 14 km ao trecho navegável do rio Tietê na região metropolitana, totalizando 55 km. Trata-se de uma estrutura que permitirá a embarcações superar obstáculos de relevo.

A estrutura será voltada principalmente a embarcações usadas para o desassoreamento do rio. Poderá ser usada também para transporte de materiais como concreto, e no futuro, para o transporte de passageiros.
Segundo Alckmin, a estrutura é importante para a macrodrenagem da capital e para o transporte. O custo do transporte cairá de R$ 1,50 para R$ 0,50 por tonelada transportada por barcaça. O fato estimula o uso da hidrovia em detrimento de caminhões, segundo o governo, e traz vantagens para o meio ambiente. 

Alckmin ainda destacou que o desassoreamento do rio, com a retirada de 5 milhões de metros cúbicos de material assoreado, será o equivalente à construção de 65 piscinões semelhantes a um existente hoje na região do Pacaembu.

A obra será executada pelo consórcio Cetenco/Brasília Guaiba, vencedor de licitação. Segundo o governo do estado, a previsão de conclusão é outubro de 2015.  


G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).