10 de maio de 2013

Presidente da CPTM espera acabar com problemas na linha 11 até 2016

Reunião foi no gabinete do prefeito de Mogi (Foto: Carolina Paes/G1)
Na tarde desta sexta-feira (10), o presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Mário Bandeira, informou que as intervenções na linha 11-Coral, que liga Estudantes a Guaianazes, devem minimizar as falhas no sistema.

A expectativa é de que a linha esteja totalmente modernizada até o início de 2016. Para isso, a companhia irá gastar cerca de R$ 250 milhões.

O comunicado foi feito após Bandeira e o diretor de planejamentos da CPTM, Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro, se reunirem com o prefeito de Mogi das Cruzes, Marco Bertaiolli e alguns secretários na prefeitura.  O objetivo da conversa foi anunciar os planos de reforma e ampliação das estações, em Mogi das Cruzes. "A modernização é um processo complicado e demorado de ser feito com a linha em funcionamento", explica o presidente.

'Não existe sistema sem falhas'

Sobre os constantes problemas de circulação da linha 11- Coral, o presidente da CPTM responsabilizou as obras de modernização. "Não existe sistema sem falhas. Os trabalhos de modernização estão sendo feitos com as linhas em operação e isso pode gerar problemas. Estamos buscando chegar ao menor nível de falhas".

O presidente ainda reforçou que os índices de falha do sistema estão dentro dos limites aceitáveis. De acordo com ele, o sistema de transporte com maior índice de regularidade é o ferroviário. "Nossa média é de 94,5% de regularidade de serviço. Uma ocorrência ou outra pode refletir ao passageiro, mas todas as intervenções que estão sendo feitas são para melhorar a qualidade. Esperamos chegar após o fim das obras em 98% de regularidade", reforça Bandeira.

Sistema de emergência

Quando há algum tipo de problema na circulação de trens o Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese) é acionado. Porém, na maioria das vezes , a frota de ônibus disponibilizada pelas empresas é insuficiente para o número de passageiros. "Em um único trem andam cerca de 2000 mil usuários. Para suprir só essa demanda seriam necessários cerca de 40 ônibus. Algo inviável. Podemos agilizar a chegada dos coletivos, mas um sistema de baixa capacidade como os ônibus não conseguem suprir um de alta capacidade, como os trens”, diz Mário Bandeira.

Melhorias
As quatro estações de Mogi das Cruzes receberão melhorias, no entanto, apenas a do centro será reconstruída. "A nova estação será deslocada 150 metros da atual, que será demolida para a construção da passagem subterrânea. Nosso objetivo é fechar todas as passagens de nível. Vamos iniciar as obras da passagem quando a CPTM começar as da estação, pois precisamos também fazer desapropriações no local", diz o prefeito.

Apesar do projeto da passagem subterrânea já estar pronto, ainda segundo o prefeito é preciso buscar fundos junto ao Governo Federal. Para acabar com as passagens de nível de Jundiapeba e da Vila Industrial, a cidade deve receber dois viadutos. "Esse é um compromisso do Governo Federal. Semana que vem vamos nos reunir com o Ministro dos Transportes, em Brasília, para saber os prazos. As obras podem começar ainda no final deste ano", diz Bertaiolli.

Até o final do ano, a CPTM deve começar as obras na estação do Centro e a reforma na estação Estudantes. O prazo para finalização é de 15 a 24 meses. As demais estações, Jundiapeba e Brás Cubas, devem começar a sofrer alterações apenas no final de 2014.

G1
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Márcio disse...

MEU CARO AMIGO, VOU AQUI FAZER UMA PERGUNTA , A REFERIDA LINHA 11 CORAL TEM INÚMERAS RESTRIÇÕES DE VELOCIDADE EM DIVERSOS PONTOS DO TRECHO,PRINCIPALMENTE NOS TRECHOS DENTRE BRÁS E CORINTHIANS ITAQUERA, E DENTRE CALMON VIANA A SUZANO,POIS BEM, EU GOSTARIA DE SABER SE A CPTM VAI DEMORAR PARA COMEÇAR A MEXER NESSES TRECHOS, ENFIM A FAZER REFORMAS NAS VIAS E DEMAIS ESTRUTURAS EM ESPECIAL DESSES TRECHOS PRINCIPALMENTE, E ASSIM COMO EM TODO O RESTO DA LINHA. EU GOSTARIA DE SABER SE A CPTM VAI DEMORAR PARA COMEÇAR A RESOLVER ESSE PROBLEMA ,QUANADO ESSES TRECHOS VÃO COMEÇAR A SOFRER OBRAS E DESDE JÁ UM MUITO OBRIGADO.

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).