7 de maio de 2013

Linha 10 só volta à Luz em 2016


A Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) só terá novamente a Estação Luz, no Centro da Capital, como ponto final do trajeto em 2016. A informação foi dada ontem pelo secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, no Consórcio Intermunicipal do Grande ABC. Desde o fim de 2011, as viagens que saem de Rio Grande da Serra, passando por Ribeirão Pires, Mauá, Santo André e São Caetano, terminam no Brás, também na região central de São Paulo.

De acordo com o titular da Pasta, a volta da Luz ao traçado está condicionada à conclusão do Expresso ABC, trem paralelo à Linha 10 que ligará Mauá ao Centro da Capital, com menos paradas. O projeto, que ainda nem teve obras iniciadas, está previsto para ser entregue em 2016, fazendo parte do trem regional de São Paulo à Baixada Santista, segundo Fernandes. "Quando o Expresso ABC estiver pronto, o nosso objetivo é voltar (a Linha 10) para Luz", disse o secretário.

O motivo indicado pela companhia para a mudança no ponto final da Linha 10, em 2011, foi o significativo crescimento da demanda de usuários na Estação Luz, por onde circulam 465 mil passageiros por dia. O movimento cresceu com a entrada em operação da Linha 4-Amarela do Metrô, que teve as estações República e Luz inauguradas em setembro do mesmo ano.

"Se hoje não comporta, como no futuro vai caber? É porque estamos fazendo uma estação no Bom Retiro para aliviar a Luz. Com isso, reteríamos os trens que vêm de Francisco Morato e Osasco, e abrindo espaço na Luz para receber as composições que vêm do Grande ABC", explicou Fernandes.

Cerca de 400 mil pessoas utilizam diariamente a Linha 10 da CPTM. O fim da conexão na Luz prejudicou os passageiros que dependem das linhas do Metrô 1-Azul (Jabaquara-Tucuruvi) e 4-Amarela (Luz-Butantã). "Os usuários que vão para a Luz, e totalizam cerca de 8% do total, são prejudicados. Mas os outros 92% acharam a mudança boa e avaliam bem a linha", comentou o secretário. Fernandes alegou que a mudança resultou em diminuição no intervalo dos trens de oito para cinco minutos na Linha 10.

O governo do Estado está em processo de aquisição de 65 composições para as seis linhas da CPTM. A previsão é que as primeiras iniciem circulação no fim de 2014. Com os novos trens, a intenção é que o tempo de espera entre um veículo e outro baixe para três minutos, segundo o secretário.

Fonte: Diário do Grande ABC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).