29 de maio de 2014

'Vou vetar', diz Haddad sobre projeto que determina fim do rodízio em SP

Proposta, de autoria do vereador Adilson Amadeu (PT), foi votada na Câmara Municipal nesta quarta-feira

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse nesta quinta-feira, 29, que vetará o projeto aprovado na Câmara Municipal, que prevê o fim do rodízio de veículos em São Paulo. O texto foi aprovado em votação simbólica nesta quarta.

Abordado pela reportagem do Estado na entrada de uma ópera no Teatro Municipal, por volta das 20 horas, Haddad disse não ter entendido a aprovação do rodízio municipal e afirmou que vetará o projeto. "Eu não entendi. Ninguém falou comigo sobre esse projeto. Eu vou vetar, claro."

A Câmara aprovou o projeto em segunda votação por meio de uma votação simbólica que durou menos de 50 segundos. O projeto, de 2006, é de autoria do vereador e despachante Adilson Amadeu (PTB). Os 55 vereadores de São Paulo tiveram 50 dias para descobrir que a proposta estava na lista de projetos com acordo para serem votados desde o dia 9 de abril.

Fonte: Estadão
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).