9 de maio de 2014

Funcionários da CPTM ameaçam greve a 1 mês da Copa

Trabalhadores da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) poderão cruzar os braços a partir da quinta-feira (15). As diretorias dos quatro sindicatos que representam os funcionários decidiram ontem pela greve.

As pautas dos sindicatos não são as mesmas. Mas entre as principais reivindicações estão aumento do vale-alimentação, de R$ 100 para R$ 247, equiparando com o valor recebido pelos metroviários; redução da jornada de trabalho dos maquinistas, de oito para seis horas diárias; e reajuste salarial de 3,97%.

Dois desses sindicatos (ferroviários da Zona Sorocabana e ferroviários da Zona Central do Brasil) ainda não receberam o que foi acordado no ano passado. A CPTM recorreu ao TST (Tribunal Superior do Trabalho), em Brasília, e conseguiu suspender a decisão de 2013.

Apesar da união dos quatro sindicatos, ainda não houve uma assembleia de trabalhadores unificada. A expectativa é de que ela possa acontecer no dia 14 e decidir definitivamente sobre a paralisação. Em nota, a CPTM diz que não foi comunicada até o momento a respeito da possibilidade de greve.

R7

Nenhum comentário:

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.