11 de junho de 2015

Sindicatos aceitam proposta e greve dos trens de SP é suspensa

Em assembleia realizada na noite de hoje (11), os sindicatos dos trabalhadores da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos de São Paulo (CPTM) decidiram aceitar a proposta feita pela empresa e encerrar a greve dos trens. Com isso, não haverá paralisação dos trens e todas as seis linhas da CPTM vão funcionar normalmente amanhã.

Cada duas linhas da CPTM são representadas por um diferente sindicato de trabalhadores. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de São Paulo, por exemplo, representa as linhas 7 e 10. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil representa as linhas 11-Coral e 12-Safira e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Sorocabana, representa as linhas 8-Rubi e 9-Esmeralda. Além deles há também o Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo.

Na tarde de hoje (11), houve mais uma tentativa de conciliação envolvendo a CPTM e os quatro sindicatos que representam os trabalhadores.

Na reunião, a empresa melhorou a proposta e ofereceu 8,25% de reajuste  [sendo 1,5% de aumento real], incluindo salário e demais benefícios. Também ofereceu novo reajuste de 3,4% no vale-alimentação e 1,6% no vale-refeição em outubro. Ainda está em discussão o Plano de Participação em Resultados.

Na manhã do dia 3 de junho, os trabalhadores das linhas 10-Turquesa, que liga a capital a cidade de Rio Grande da Serra, a 12-Safira, que liga a zona leste ao centro, a 7-Rubi, entre as estações Barra Funda e Caieiras, e a 11-Coral, entre Luz e Guaianazes, fizeram uma paralisação para pressionar a CPTM a melhorar a proposta.

Por Elaine Patricia Cruz Edição:Maria ClaudiaFonte:Agência Brasil

 

Postar um comentário

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.