6 de maio de 2015

Trem da Supervia descarrila em Nova Iguaçu e fecha 8 estações

Segundo a Supervia, não houve feridos.

Oito estações foram fechadas.

 

Um trem que seguia para a Central do Brasil, no Centro do Rio, descarrilhou na manhã desta quarta-feira (6) na Estação Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, como informou o Bom Dia Rio. Depois do descarrilamento, a composição bateu no poste da linha aérea.

 

Devido ao descarrilamento, o ramal Japeri estava operando de Presidente Juscelino a Central com intervalo irregular. As oito estações antes da Estação Presidente Juscelino — de Paracambi a Nova Iguaçu — estavam fechadas.

Após o acidente, por volta das 6h40, o Globocop mostrou que muitos passageiros caminhavam na linha férrea em direção à próxima estação - Presidente Juscelino. Segundo a Supervia, não houve feridos no acidente. Entretanto, o Corpo de Bombeiros foi acionado e, segundo a corporação, uma pessoa recebeu atendimento no local.

 

Ainda segundo a empresa, agentes se direcionaram ao local para auxiliar os passageiros no desembarque na via e no trajeto até a plataforma. A Supervia iniciou a distribuição de vale viagem e os passageiros estão sendo informados do ocorrido por meio do sistema de áudio da composição.

Às 7h38, técnicos faziam reparos na estação Nova Iguaçu, mas as oito estações anteriores seguiam fechadas.

 

Vale na própria estação

 

De acordo com o secretário Estadual de Transporte, Carlos Roberto Osório, a Fetranspor está reforçando todo o sistema de ônibus para atender a demanda dos passageiros dos trens que estão paralisados e também está sendo realizada a distribuição de passe para que o passageiro da SuperVia tenha o valor da passagem paga reembolsado para seguir viagem de ônibus. “O passageiro deve pegar o vale-passagem na própria estação de Nova Iguaçu, que é a estação mais próxima. A recomendação ao passageiro é que não caminham na linha férrea”, afirmou Osório.

 

Ainda segundo o secretário, as causas do acidente ainda não foram completamente identificadas. “O trem estava saindo da estação de Nova Iguaçu e perto de uma mudança de trilho houve esse descarrilamento. A rede aérea foi afetada e infelizmente nós temos passageiros, clientes da SuperVia, andando na brita”, disse o secretário, ressaltando que a SuperVia está montando uma operação de emergência a partir da estação de Mesquita.

 

A Agetransp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro) informou que abriu um boletim de ocorrência para apurar as circunstâncias do acidente. Técnicos da agência reguladora foram deslocados para o local da ocorrência para iniciar a apuração das causas do incidente. O atendimento prestado aos usuários pela concessionária SuperVia também será avaliado, assim como o acionamento e o cumprimento do Plano de Contingência Integrado. Os técnicos da Agetransp também vão acompanhar o restabelecimento da operação no ramal.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).