13 de março de 2014

Estação Adolfo Pinheiro regista 35 mil visitantes no primeiro mês de operação assistida

Nesta última quarta-feira (12), a estação Adolfo Pinheiro da Linha 5-Lilás do Metrô completou um mês de operação assistida. Durante esse período, 35 mil pessoas visitaram suas instalações. Só no início deste mês, de 3 a 12 de março, foi registrada a entrada de 1.900 visitantes por dia útil.

O principal ponto de interesse do público é a "Vitrine Arqueológica", que guarda os antigos trilhos do antigo bonde da linha Santo Amaro - São Paulo. O material, do final do século XIX, foi descoberto durante as escavações da estação Adolfo Pinheiro. Esse achado arqueológico ficará em uma galeria permanente na área do mezanino da estação. Ao lado da vitrine, a população poderá conferir uma exposição fotográfica sobre essa linha de bonde, que foi a última a circular em São Paulo.

Como visitar

Para conhecer a "caçula" das estações do Metrô, basta ir até a Avenida Adolfo Pinheiro - 301, de segunda a sexta-feira, entre 10 e 15 horas. Nessa fase da operação, chamada de visita assistida, a entrada é gratuita. Sem pagar nada, também é possível fazer uma viagem entre a nova estação até a próxima parada, a do Largo Treze. Somente para aqueles que prosseguirem a viagem para as demais estações será necessário adquirir o bilhete.

A mais moderna das estações da Linha Lilás
 
A estação Adolfo Pinheiro tem 4.192,46 m² de área construída e conta com dois acessos, bilheterias blindadas, quatro elevadores especiais, doze escadas rolantes "inteligentes", piso tátil e portas de plataforma.  Quando funcionar em tempo integral, a nova estação vai receber - em média - 14 mil passageiros por dia.


Avançam as obras da Linha 5- Lilás

A expansão da Linha 5-Lilás, um investimento de R$ 7,5 bilhões, incluindo a compra de 26 novos trens, terá, depois da estação Adolfo Pinheiro, mais 10 km de extensão e mais 10 estações (Alto da Boa Vista, Borba Gato, Brooklin, Campo Belo, Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin).

Prevista para ser concluída em 2016, a Linha 5 contará com conexões na Linha 1- Azul, na estação Santa Cruz, na Linha 2- Verde, na estação Chácara Klabin, e na Linha 17- Ouro, na estação Campo Belo. A Linha Lilás atualmente tem conexão com a Linha 9 - Esmeralda da CPTM na estação Santo Amaro. A previsão é que 781 mil passageiros sejam transportados diariamente nessa linha quando a operação for plena. A expansão da Linha 5-Lilás promoverá uma melhora expressiva nos deslocamentos dos usuários da zona Sul.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).