1 de julho de 2015

Velocidade nas marginais cairá no dia 20 de julho

Nas pistas expressas, velocidade cairá de 90 km/h para 70 km/h.
Para Jilmar Tatto, objetivo da redução é evitar morte de pedestres.

A redução das velocidades das marginais Tietê e Pinheiros passará a valer no dia 20 de julho, segundo informou o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, nesta quarta-feira (1). Os carros já poderão ser multados a partir do mesmo dia 20, uma segunda-feira.

As placas sinalizando os novos limites de velocidade serão instaladas até o dia 20. Anunciada para ser implantada até o fim de junho, a redução de velocidade acabou adiada para julho. A velocidade nas pistas expressas cairá de 90 km/h para 70 km/h. No caso dos caminhões, o limite será de 60 km/h.
Nas pistas locais e centrais, a redução será de 70 km/h para 60 km/h. Em alguns trechos como de curvas e onde há faixas de ônibus, a diminuição será de 60 km/h para 50 km/h.

Nesta terça, o secretário disse que a redução é para evitar morte de pedestres. “É uma questão de salvar vidas. E, para salvar vidas e trazer segurança das pessoas na cidade de São Paulo, não é uma questão de convencimento, é uma questão da dignidade da vida das pessoas."

Redução de velocidade

Ruas e avenidas da região da Consolação estão com a velocidade máxima menor desde segunda-feira (29). Entre as que tiveram redução para 40 km/h estão as ruas Augusta, Frei Caneca, Peixoto Gomide, Barata Ribeiro e Bela Cintra. Na Avenida Nove de Julho, entre a Praça da Bandeira e o final do Túnel Daher Elias Cutait, a velocidade máxima caiu para 50 km/h.

Já os trechos da Rua da Consolação, entre a Avenida Paulista e a Rua João Guimarães, e da Avenida Paulista, entre a Consolação e a Nove de Julho, não sofreram alterações e continuam com velocidade de 50 km/h, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Márcio Pinho
Do G1 São Paulo
Postar um comentário

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.