5 de agosto de 2014

Secretário debate unificação da administração de Metrô, trem e ônibus metropolitanos

Processo burocrático seria simplificado e sociedade beneficiada, segundo Jurandir Fernandes

O secretário de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo, Jurandir Fernandes, afirmou nesta terça-feira (5), durante o Fórum Estadão sobre infraestrutura, que existe dentro do governo paulista uma discussão para unir em as áreas de obras do Metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e (CPTM) e da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU).

— Isso criaria uma sinergia muito grande, os contratos seriam agilizados, as licitações poderiam ser feitas em pacote, as licenças ambientais poderiam ser pensadas em grupo

Segundo o secretário, essa união concentraria as áreas de projeto, licitação e contratação, enquanto Metrô, CPTM e EMTU continuariam como operadoras dos serviços.

Fernandes explicou, porém, que essa ainda é uma ideia embrionária e que sua execução não é tão simples, já que a legislação não permite muita flexibilidade.

— Promover uma junção como essa não é brincadeira. São diversos tipos de organizações, como instituição, fundação, empresa, e a legislação é tacanha, esclerosada. 
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).