30 de novembro de 2016

Demanda por transporte ferroviário no Oeste Paulista é tema de reunião

A demanda por contrato de transporte ferroviário na região entre Presidente Prudente e Presidente Epitácio será discutida em uma reunião nesta quarta-feira (30). O encontro promovido pela União das Entidades de Presidente Prudente e Região (Uepp) vai reunir empresários e entidades associadas com a empresa Rumo ALL, responsável pela administração da malha ferroviária que corta o Oeste Paulista.

Conforme o presidente da Uepp, Sérgio Turuta, a reunião é para que a Rumo ALL faça um levantamento da demanda no local existente, ou seja, para empresas que possuem carga.

“Ocorre que a impressão que temos é de que a ALL não tem interesse em reativar o trecho, realizando diversos eventos com o mesmo propósito, porém, sem apresentar nenhuma proposta concreta, até que a região desista do transporte ferroviário. O nosso papel é não deixar isso ocorrer”, afirmou Turuta.

Ainda conforme a Uepp, em dezembro de 2015, durante reunião com a Rumo ALL e empresários, a entidade protocolou um “apanhado de demandas” para o uso do transporte de cargas por meio do modal ferroviário no Oeste Paulista. No protocolo, as empresas discorreram sobre suas produções tanto mensais quanto anuais e intenções para a utilização do transporte.

No entanto, também conforme a entidade, o impasse quanto à reativação do transporte ferroviário na região segue ainda sem novidades. “Nós já mostramos várias vezes que existem a demanda e o interesse, mas eles precisam mostrar algo concreto, como um valor de frete competitivo e a data de início de operação”, explicou ao G1 o diretor de Comunicação da Uepp, Marco Antônio Goulart.

Goulart ressaltou que já dura anos a falta de uma “proposta concreta e efetiva” por parte da Rumo ALL. “Nesta nova reunião, nós vamos mostrar novamente que há demanda aqui na região. Esperamos que eles tragam números concretos, mas acho pouco provável que isso vá acontecer”, finalizou o diretor de Comunicação ao G1.

A reunião tem início às 9h, no hotel Aruá, no Centro de Presidente Prudente.

Outro lado

Em nota ao G1, a empresa Rumo esclareceu que vem cumprindo o seu papel de concessionária ferroviária de cargas e se mantém à disposição dos interessados em firmar contratos de transporte de longo prazo.

"A empresa já participou diversas vezes de seminários em Presidente Prudente, nos quais é explicado o funcionamento da ferrovia e onde é oferecido o transporte buscando a captação de cargas, firmando contratos de longo prazo e analisando possíveis origens, destinos, fluxos e volumes de transporte voltados à contratação. Desde então, não foi recebida nenhuma proposta solidamente viável em contratar a longo prazo o transporte de mercadorias, que é um requisito fundamental para a subsistência do transporte ferroviário de cargas", salientou.

Ainda conforme a companhia, no único caso de demanda de carga que poderia, em tese, ser viável operacionalmente, a Rumo fez uma proposta comercial. "Mas não houve retorno dos possíveis interessados. Dessa forma, a companhia, mais uma vez, se manterá à disposição de entidades e empresários da região durante o evento para poder viabilizar contratos de transporte de longo prazo", concluiu ao G1.


G1

Nenhum comentário:

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.