19 de novembro de 2014

Monotrilho aberto todos os dias a partir da segunda quinzena de dezembro

Na manhã do último sábado, dia 15, durante a inauguração da estação Fradique Coutinho, da Linha 4-Amarela do metrô, o governador Geraldo Alckmin anunciou que a partir de 19 de dezembro, uma sexta-feira, as estações Vila Prudente e Oratório da Linha 15-Prata do monotrilho ficarão abertas todos os dias da semana. Mas, o horário de funcionamento continuará restrito das 10 às 15h – portanto, sem atender os horários de maior demanda nos picos da manhã e tarde. A Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô confirmou as informações nesta semana.

Desde a abertura parcial no final de agosto, as duas estações recebem usuários apenas aos sábados e domingos, das 10 às 15h. A previsão inicial era que esse sistema de visita controlada se estendesse por cerca de 60 dias e a partir deste mês, o transporte iniciasse a operação comercial, com a cobrança de tarifa. Mas, a nova estimativa, segundo funcionários do monotrilho, é que o funcionamento integral do transporte ocorra somente em março.

De acordo com o Metrô, também em 19 de dezembro, será liberada a integração com a Linha 2-Verde do metrô, na Vila Prudente. Mas, ainda não foi definido se haverá cobrança para as viagens do monotrilho, mesmo com o horário limitado, ou se os usuários terão que pagar a tarifa somente na estação do metrô.

Novas estações

Na ocasião da abertura da visita controlada, em 30 de agosto, o secretário de Transportes Metropolitanos do Estado, Jurandir Fernandes, adiantou que a inauguração de novas estações só deve acontecer no fim do segundo semestre de 2015. “No final do ano que vem vamos entregar o transporte até uma ou duas estações depois de São Mateus. E em 2016 vamos entregar toda linha, até Cidade Tiradentes”, destacou o secretário. Fernandes explicou ainda que o motivo de inaugurar por trechos e não por estações isoladas é que, entre as paradas, precisam ser construídas as subestações de transmissão de energia.

A Linha 15 terá 26,6 km de extensão, entre o Ipiranga e Cidade Tiradentes, 18 estações e dois pátios. O investimento, segundo o Estado, é de R$ 6,4 bilhões.

Folha VP
Kátia Leite

Postar um comentário

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.