6 de novembro de 2014

'Ocorrências' atrasaram Linha 13-Jade, diz CPTM

Entre os motivos, o embargo na área da USP Leste e demora na liberação de verbas do PAC Mobilidade

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos explicou em nota oficial, no início da noite de terça (4), os motivos que levaram ao atraso no cronograma do Trem de Guarulhos.

Inicialmente, previsto para meados de 2015, a extensão da Linha 13-Jade ficará pronta só em 2016.

Segundo a CPTM, “alguma ocorrências” contribuíram para a mudança do cronograma.

A empresa estadual citou, entre elas, o embargo judicial da área da USP Leste, às margens da Rodovia Ayrton Senna, sobre a qual passará a linha elevada do Trem de Guarulhos.

A área ficou interditada por sete meses por causa de uma contaminação do solo e só foi liberada em agosto.

Outro fator, diz a CPTM, foi a demora da Polícia Rodoviária Federal em aprovar o projeto de transposição das Via Dutra e Ayrton Senna.

O governo paulista também aguarda a liberação de verba do PAC da Mobilidade, do governo federal, para os sistema de sinalização e telecomunicações da linha.

A extensão da Linha 13-Jade terá 12 km e ligará a Estação Engenheiro Goulart, na Zona Leste paulistana, a duas estações em Guarulhos: Parque Cecap e Aeroporto de Guarulhos.

Uma segunda fase, em estudos, poderá estender esta linha até a região de São João, passando por Pimentas e por Bonsucesso, a pedido da Prefeitura de Guarulhos.

Leia a íntegra da nota da CPTM:

O contrato das obras civis da Linha 13-Jade foi assinado no fim de 2013, com prazo para conclusão em 18 meses (2015). Porém, algumas ocorrências no decorrer deste ano interferiram no cronograma e início de operação dessa linha está previsto para 2016.

Entre elas, estão as tratativas sobre o embargo de uma área contaminada, na região da USP Leste, necessidade de aguardar aprovação para início das obras nos lotes 3 e 4 por parte da Polícia Rodoviária Federal e o prazo maior do que o estimado para aprovação do projeto de transposição das rodovias Presidente Dutra e Ayrton Senna junto às agências ANTT e Artesp. A CPTM busca deliberação mais ágil junto à ANTT dessa parte do projeto, uma vez que a Artesp já se manifestou.

A Companhia também aguarda a liberação dos recursos da OGU (Orçamento Geral da União) para implantação da sinalização e sistemas de telecomunicação da Linha 13-Jade. Essa obra foi contemplada no PAC da Mobilidade, do Governo Federal, no ano passado.

As obras civis contam com financiamento da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e recursos do Governo do Estado de São Paulo. Há avanços visíveis nos quatro lotes do empreendimento e a Companhia mantém constantes entendimentos com a Prefeitura do município para o andamento das obras.

Para a implantação da Linha 13-Jade, uma área de 43.116,34 m² foi declarada de utilidade pública, de acordo com o decreto 59.370, de 22/07/2013, que engloba áreas dos municípios de São Paulo e Guarulhos. O processo de desapropriação está em andamento.

Em paralelo às obras em andamento, a CPTM contratou, em março deste ano, prestação de serviços técnicos especializados de engenharia e arquitetura para estudos de inserção urbana, concepção técnica, operacional e elaboração do projeto funcional para as extensões da Linha 13- Jade, no sentido bairro São João, em Guarulhos, e para o Centro da Capital, com prazo de conclusão de um ano.

A Linha 13-Jade em implantação tem 12,2 quilômetros de extensão, e atenderá a demanda em expansão da ligação de Guarulhos com São Paulo. A linha terá as estações Aeroporto-Guarulhos, Guarulhos-Cecap e Engenheiro Goulart, onde fará integração com a Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana), em São Paulo.

Diário de Guarulhos
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).