Direto do MetrôAtualizado em: 17/05/2018 17:41

Metrô
Linha 1 -AzulOperação Normal
Linha 2 -VerdeOperação Normal
Linha 3 -VermelhaOperação Normal
Linha 5 -LilásOperação Normal
Linha 15 -PrataOperação Normal

30 de agosto de 2017

Mulher sofre abuso sexual dentro de ônibus na Avenida Paulista

Homem ejaculou no pescoço da vítima e foi preso em flagrante por estupro
 
Uma mulher sofreu abuso sexual dentro de um ônibus que cruzava a Avenida Paulista, em São Paulo, na tarde desta terça-feira. A vítima estava sentada no banco, quando um homem de 27 anos ejaculou em seu pescoço. Passageiros do veículo acionaram a Polícia Militar e o agressor foi preso em flagrante por estupro.

A viagem foi interrompida e a vítima, em estado de choque, retirada de dentro do ônibus e amparada por outras mulheres. O homem teve de ficar preso dentro do coletivo para evitar que fosse linchado. O vereador Caio Miranda Carneiro passava pelo local e fez uma transmissão ao vivo, mostrando pessoas cercando o veículo.

Flagrante de abuso sexual em ônibus... triste realidade no Brasil, em plena Av. Paulista, durante o dia... rapidamente a PM chegou.

O caso foi registrado no 78º DP, nos Jardins, onde foi descoberto que o homem tem cinco passagens pela polícia por crime sexuais.

Em nota, a São Paulo Transporte (SPtrans), responsável pelas linhas municipais na capital paulista, repudiou o ocorrido. A empresa informou que nos casos de abuso sexual no interior dos ônibus, a recomendação é que o motorista seja comunicado imediatamente e conduza o veículo até uma delegacia para a vítima registrar o boletim de ocorrência e receber o amparo das autoridades.

Coincidentemente, nesta terça-feira, a Sptrans, Metrô, Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM, lançaram juntos a campanha “Juntos podemos parar o abuso sexual nos transportes”. A ação, que tem apoio do judiciário, quer estimular vítimas de abuso sexual e pessoas que presenciem algum caso a denunciarem os agressores. A iniciativa inclui cursos de reeducação para abusadores para evitar a reincidência.

O caso ocorreu um dia após a escritora gaúcha Clara Abervuck ter revelado ter sido estuprada por um motorista do Uber na noite de domingo. A empresa baniu o prestador de serviço.



Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/mulher-sofre-abuso-sexual-dentro-de-onibus-na-avenida-paulista-21762164#ixzz4rEhDnzmC
stest 

Nenhum comentário:

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.