Diário da CPTM / O blog com a informação precisa que você pode confiar! Informações sobre transporte público, mobilidade urbana, trem, Metrô, CPTM, ônibus e muito mais.

Diário da CPTM


11 de maio de 2017

Campanha sobre o uso de bicicleta gera críticas na web

Campanha: as letras miúdas explicam um pouco melhor o conceito - "fique atento aos locais e horários permitidos para você transportar a sua bicicleta na CPTM" (CPTM/Divulgação)
A peça utiliza a figura de um rapaz em sua bicicleta, com a mensagem: “A bike facilita sua vida, mas pode atrapalhar a de outras pessoas”

Uma campanha do Metrô de São Paulo e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) o uso de bicicletas nas estações tem gerado inúmeras críticas na web, sobretudo por parte dos ciclistas.

A peça utiliza a figura de um rapaz com sua bike, praticamente envolto ao sinal de proibido, e o destaque para a mensagem: “A bike facilita sua vida, mas pode atrapalhar a de outras pessoas”.

As letras miúdas explicam um pouco melhor o conceito: “fique atento aos locais e horários permitidos para você transportar a sua bicicleta na CPTM”.

Isso não foi o suficiente, entretanto, para amenizar as críticas sobre o teor da mensagem.

A repercussão sobre o caráter da campanha chegou até a cicloativista Renata Falzoni, que postou sua análise nas redes sociais.

“A primeira impressão é a que fica! O que se interpreta de um comunicado com um jovem negro empunhando uma bicicleta encaixado no sinal de proibido?”.


Além das centenas de comentários e compartilhamentos na postagem da Renata Falzoni, o site Catraca Livre também repercutiu a peça através de uma nota.

E você? O que achou?

Este conteúdo foi publicado originalmente no site da AdNews.

http://exame.abril.com.br/marketing/campanha-do-metro-sobre-o-uso-de-bicicleta-gera-criticas-na-web/

Share:

Canais oficiais do Diário da CPTM


Facebook: www.facebook.com/DiariodaCPTM (Cuidado com páginas FAKE temos apenas uma página no Facebook)


Twitter: @DiariodaCPTM


Instagram @diariodacptm

Postagens mais visitadas