8 de maio de 2018

ViaQuatro e 99 fazem campanha para beneficiar transporte de alunos da USP

A ação "Vamos rachar?" dá descontos no trecho entre a Estação Butantã e a Cidade Universitária

A ViaQuatro, concessionária operadora da Linha 4-Amarela de metrô, e a startup 99 lançam campanha para facilitar a locomoção dos passageiros que vão para o campus da Universidade de São Paulo. Em todas as quartas-feiras de maio, quem pedir 99Pop pelo aplicativo terá 30% a 50% de desconto na corrida da Estação Butantã até pontos de encontro dentro da Cidade Universitária.

A campanha dá alternativas de transporte para os passageiros no trecho final de sua viagem, já que a distância da Estação Butantã até a Portaria 1 da USP, na avenida Afrânio Peixoto, é de pouco mais de um quilômetro. "Um dos grandes desafios da mobilidade urbana é oferecer facilidades para que o indivíduo cumpra a última milha de seu trajeto, da estação até o destino. A ação com a 99 visa facilitar esse deslocamento para o passageiro da Linha 4-Amarela que vai ou volta da USP", destaca Harald Zwetkoff, presidente da ViaQuatro.

Em recente pesquisa, a 99 constatou que 15% das corridas realizadas dentro da cidade de São Paulo têm como origem ou destino estações de metrô e trem ou terminais de ônibus. "Com a ação conjunta, queremos incentivar a integração entre os meios de transporte por meio da nossa plataforma, para que as pessoas cheguem com rapidez e segurança à rede pública de transporte", afirma Ana Guerrini, diretora de Pesquisa e Políticas Públicas da 99.

Os carros da 99 sairão de pontos de encontro pré-determinados. Na Estação Butantã, a saída será no acesso da rua Engenheiro Bianor. As paradas dentro do campus da USP estão localizadas na Faculdade de Filosofia, Ciências Humanas e Letras (FFLCH), na Escola Politécnica (POLI), na Faculdade de Economia e Administração (FEA) e no Departamento de Microbiologia do Instituto de Ciências Biológicas (DM-ICB).

ViaQuatro
Postar um comentário

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.