27 de abril de 2017

Mais de 30 categorias farão greve amanhã

Fernanda Brigatti, Cristiane Gercina, Folha de S.Paulo e UOL
do Agora

Mais de 30 categorias de trabalhadores anunciaram apoio ou participação na greve geral convocada para amanhã pelas centrais sindicais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo contra as reformas da Previdência e trabalhista.

Na capital, estão confirmadas adesões de metroviários, motoristas de ônibus, ferroviários, bancários, professores das redes privada, estadual e municipal, metalúrgicos, comerciários e trabalhadores dos Correios e da saúde, entre outros.

Para tentar barrar os protestos e diminuir a adesão, o presidente Michel Temer cortará o ponto de servidores públicos que faltarem ao trabalho.

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), já havia dito que faria o mesmo.

Para adotar a medida, o governo federal tem se baseado em decisão de outubro do STF (Supremo Tribunal Federal), que permitiu o corte de salário dos servidores públicos que fizerem greve.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).