22 de setembro de 2015

Pesquisa mostra aceitação a alternativa ao carro particular em SP

Cátia Rodrigues

Deixar o automóvel em casa caso houvesse uma boa alternativa de transporte é um hábito que 80% dos moradores de São Paulo gostariam de adotar, de acordo com uma pesquisa sobre mobilidade urbana divulgada nesta terça-feira (22), Dia Mundial sem Carro.

Noventa por cento das pessoas disseram ser favoráveis à construção de faixas e corredores de ônibus. E para 49% dos entrevistados, investir em mais linhas de trens e metrô é a medida mais importante para melhorar a mobilidade na capital paulista.

Nessa nona edição da pesquisa, realizada pelo Ibope e divulgada pela Rede Nossa São Paulo e pela Fecomércio, foram entrevistados 700 moradores (54% mulheres e 46% homens) em todas as regiões da cidade, com mais de 16 anos, entre os dias 28 de agosto e 5 de setembro.

Entre os moradores de São Paulo, a poluição do ar ainda é considerada a mais grave entre todos os tipos de poluição. E, pela primeira vez, 62% das pessoas responderam que já tiveram problemas de saúde decorrentes da poluição do ar.

 O desemprego e o problema da falta d´água na cidade também cresceram na lista de preocupações dos paulistanos, como explica a diretora do Ibope, Márcia Cavallari.

De acordo com o levantamento, o tempo médio do paulistano para realizar todos os deslocamentos na cidade ficou em 2 horas e 38 minutos. E 48% deles gastam pelo menos duas horas por dia em seus deslocamentos.

Cinquenta e três por cento dos motoristas afirmaram ser contra as medidas de redução da velocidade nas vias de São Paulo e 43% são a favor.

Em relação às condições do transporte de ônibus, os entrevistados reclamaram dos preços das passagens, dos ônibus circularem lotados e da falta de acessibilidade dentro dos ônibus para pessoas com dificuldade de locomoção.

A íntegra da pesquisa sobre mobilidade urbana na capital paulista está disponível no site www.nossasaopaulo.org.br.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).