26 de fevereiro de 2016

Cartão BOM pode ser utilizado em ônibus intermunicipais, metrô e trem

Com mais de 7 milhões de cartões emitidos, o Cartão BOM tem ampliado sua atuação em toda a capital. Além de atender os passageiros que utilizam as linhas intermunicipais dos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo, os clientes da capital que possuem os Cartões BOM Comum, BOM Vale-Transporte, BOM Empresarial, BOM Sênior e BOM+ também podem circular nas mais de 150 estações do Metrô e da CPTM.

 

A primeira via do BOM Comum é gratuita e pode ser solicitada nos pontos de atendimento espalhados pela capital e Grande São Paulo. São 10 lojas e 9 quiosques em Estações do Metrô como Tietê, Itaquera, Campo Limpo, Capão Redondo e da CPTM como Brás, Osasco, São Caetano do Sul, entre outras.

 

Os clientes do Cartão BOM Vale-Transporte podem carregar os créditos comprados pelas empresas nos validadores on-line instalados em todas as Estações do Metrô e em breve da CPTM.

A expectativa para este ano é a de inaugurar futuras operações nas estações Tucuruvi do Metrô e Barra Funda da CPTM.

 

Além disso, a empresa disponibiliza mais de 1 mil pontos de venda de créditos e conta com o diferencial de entrega em domicílio para os novos clientes e recarga pelos aplicativos BOM MOB e Recarga Agora.

Segundo a Autopass, empresa que gerencia o funcionamento do Cartão BOM, apenas em 2015 mais de 800 milhões de transações foram realizadas com o Cartão BOM e mais de 1,2 milhões de novos cartões foram emitidos. “Contribuir para a melhor mobilidade dos nossos clientes e usuários e facilitar a vida de quem utiliza o transporte coletivo é nosso principal objetivo”, afirma Rubens Fernandes Gil Filho, Diretor Executivo da Autopass.

 

Para mais informações, acesse o site www.cartaobom.com.br, ou ligue para a Central de Atendimento do Cartão BOM 0800 77 11 800.

 

Nenhum comentário:

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.