10 de julho de 2013

TRT-SP concede liminar ao Metrô para garantir o funcionamento do sistema metroviário na quinta-feira, 11/7


No último dia 4, o Sindicato dos Metroviários decidiu em assembleia aderir à reve geral prevista para ocorrer a partir da zero hora desta quinta-feira (11/7).

Diante dessa situação, o Tribunal Regional do Trabalho -TRT expediu liminar ao Metrô que obriga o funcionamento do sistema metroviário com 100% do efetivo nos horários de maior movimento (das 6h às 9h e das 16h às 19h) e 70% nos demais horários.

A liminar foi concedida com a fundamentação de que "a motivação da greve não se trata de mora salarial, nem descumprimento de quaisquer obrigações contratuais", garantindo o funcionamento da operação comercial do Metrô para evitar prejuízos aos usuários e à população de São Paulo.

A Companhia reitera que a decisão de greve não possui amparo jurídico nas relações trabalhistas entre o Metrô e o Sindicato dos Metroviários. As negociações coletivas foram encerradas com sucesso, trazendo avanços significativos para a categoria metroviária e sem prejuízos à população.

O Metrô espera que os empregados tenham o bom senso e a responsabilidade de comparecer ao seu posto de trabalho no dia 11/7, pois não há justificativa para a paralisação do sistema metroviário, que não deve ser utilizado para manifestações políticas.

Da Secretaria dos Transportes Metropolitanos

Um comentário:

Anônimo disse...

Todo trabalhador tem direito a greve, mas quando você decide fazer greve a justiça te obriga a trabalhar, é o cumulo da contradição.

RESPONSABILIDADE

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.