29 de junho de 2017

Sindicatos anunciam que não vão fazer paralisação de Metrô, CPTM e ônibus nesta sexta em SP

Metroviários fizeram assembleia nesta quinta-feira e maioria disse 'não à greve'.Os sindicatos dos metroviários, dos ferroviários e dos motoristas de ônibus de São Paulo decidiram que não vão aderir à paralisação nesta sexta-feira (30).                                                                        
Os metroviários fizeram uma assembleia na noite desta quinta-feira (29) e a maioria votou pela suspensão da paralisação. Mais cedo, os ferroviários das linhas 7 e 10 da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também decidiram não parar.

Na noite desta quarta-feira (28), o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo determinou que o Metrô mantivesse 80% do quadro de funcionários trabalhando no horário de pico e 60% nos demais horários caso a categoria decidisse aderir à paralisação. Em caso de descumprimento, o Sindicato dos Metroviários seria multado em R$ 100 mil.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o rodízio de veículos está mantido e carros com finais de placa 9 e 0 não podem circular pelo centro expandido no horário de pico.

Os motoristas de ônibus já haviam definido que não iam aderir à paralisação. O Sindicato dos Motoristas disse que representantes da categoria irão participar de ato político convocado pelas centrais a partir das 11h da Praça Ramos de Azevedo, no Centro de São Paulo.

G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).