29 de junho de 2017

Ônibus de SP não aderem à greve; metrô e CPTM fazem assembleias

O sindicato dos metroviários vai decidir hoje em assembleia se mantém apoio à greve; CPTM tem três sindicatos, e dois não vão participar

O sindicato dos motoristas de ônibus de São Paulo informou na noite desta quarta-feira (28) que não vão aderir à greve geral convocada para esta sexta, dia 30.

Eles informaram que a categoria decidiu não fazer greve, mas que representantes do sindicato vão participar do ato convocado para as 11h da manhã, na praça Ramos de Azevedo, no centro da cidade.

Os trabalhadores do metrô marcaram uma assembleia para as 18h30 para confirmar se participam da paralisação. Na última quinta-feira (22), eles já tinham decidido aderir.

O sindicato Central do Brasil, que representa os funcionários das linhas 11 e 12 da CPTM, informou que não vai aderir à greve; o das linhas 7 e 10, Sindicato dos Ferroviários, ainda vai ter assembleia às 18h; e sindicato Sorocabana, das linhas 8 e 9, informou que não convoca assembleias sobre questões políticas, mas que os trabalhadores são livres para aderir à paralisação individualmente.

Outras categorias, como a dos bancários e alguns sindicatos de professores, já anunciaram adesão à greve.

Nove centrais sindicais assinaram a nota de convocação da greve, em protesto contra a reforma trabalhista.

Na noite desta quarta, a CUT divulgou uma nova lista atualizada das categorias que vão parar em cada estado do Brasil. Veja:

Acre

Bancários
SINTEAC
Urbanitários
 Correios
 ADUFAC
 SINDACS
 SINPOSPETRO
 SINTEST
 Auditores fiscais
 Vigilantes
Às 8h, ato em frente à escadaria do Palácio do Governo do Estado, em Rio Branco.

Alagoas

Bancários
Às 8h, ato na Praça dos Martírios, centro de Maceió

Amapá

Às 8h, ato na Praça da Bandeira, em Macapá

Bahia

 Ferroviários
Petroleiros
Químicos
Servidores públicos federais; estaduais e municipais; previdenciários;
 Correios;
 Vigilantes;
 Metalúrgicos;
 Comerciários;
 Professores;
 Sentir;
 Sindiferro;
 Sindicato dos profissionais em pesquisa;
 Sindiborracha;
 Sindicatos da agricultura familiar
Sintercoba
Sindalimentação
Às 6h30, manifestação no Iguatemi

Às 15h, manifestação em Campo Grande, em Salvador

Ceará

Transporte (Conlutas)
Educação
 Comércio e Serviço
 Metalúrgicos
 Servidores Públicos
 Bancários
 Rurais (CUT) vão reforçar os atos
Às 09h, concentração para o ato na Praça da Bandeira, em Fortaleza.

Distrito Federal

Metroviários vão parar 24 horas
Rodoviários
Urbanitários
Trabalhadores em telecomunicação
Bancários
Professores
Correios
Comerciários
Saúde
UnB
Judiciário
MPU
Serão realizados atos descentralizados em várias cidades do entorno:

6h- Ato nas empresas Eletro Norte e Furnas / Setor Comercial Norte Q 6 Blocos B/C – Asa Norte

6h – Furnas, na Av. Noroeste Qn 431 Conjunto A C D, 214 – Samambaia Sul

8h – Ato frente ao Prédio da Oi, na SCS. Q. 2 Edifício Brasil Telecom Estação Telefônica Centro

8h – Ato em Formosa, concentração será na Praça Anisio Lobo

8h – Ato em Brazlândia, concentração Estacionamento do BRB (Quadra 3, Bloco B Lotes 6/10

9h – Ato no Paranoá, concentração será no Terminal Rodoviário

9h – Ato em Defesa da Educação, na Praça do Relógio – Taguatinga

Espírito Santo

Metroviários
 Metalúrgicos
 Professores
 Construção civil
 Eletricitários
Comerciários
Às 12h, ato na Assembleia Legislativa, em Vitória.

Goiás

Às 8h, ato na Praça Cívica, em Goiânia.

Maranhão

 Urbanitários
Servidores Federais
Servidores Estaduais
Professores das redes Estadual, municipal e Universidades
Às 6h30, concentração em frente ao Porto de Itaqui e ato político na sequência

Minas Gerais

Educação
Saúde
Bancários
Aeroviários
Urbanitários
Metroviários
Às 9h, ato na Praça da Estação, na Avenida dos Andradas, em Belo Horizonte.

Às 9h, tem ato também na Praça da Estação, em Juiz de Fora.

Mato Grosso

Bancários
Educação
Servidores Federais
Rodoviários
Às 15h, tem ato na Praça Ipiranga, centro de Cuiabá

Mato Grosso do Sul

Educação
Bancários
Construção Civil
Servidores Públicos Estaduais e Federais
Às 9h, ato na Praça Ary Coelho, no centro de Campo Grande

Pará

Às 11h, ato na Praça da República, com caminhada para o bairro São Brás;

Às 8h, em Altamira, concentração para o ato no Mercado Municipal

Em Santarém, a paralisação será puxada pelo Fórum Sindical e Popular, que congrega 27 entidades. A concentração do ato será em frente à Praça São Sebastião. De lá, os manifestantes devem seguir até a Câmara Municipal.

Às 7h30, em Marabá, tem concentração em frente ao estádio Zinho Oliveira, de onde partirão em caminhada até o bairro Cidade Nova.

Às 7h, em Marituba, região metropolitana de Belém, os manifestantes se concentrarão às 7h na entrada da Alça Viária.

Pernambuco

Bancários
Metroviários
Metalúrgicos
Às 15h, ato Político-Cultural, Arraiá da Greve Geral, na Praça da Democracia, no Derby, em Recife.

Piauí

Às 8h tem inicio a concentração para o ato na Praça Rio Branco, em Teresina.

Paraná

Motoristas e cobradores de ônibus
Correios
Garis
Servidores municipais
Bancários
Petroleiros
Técnicos da Saúde
Servidores da Justiça Federal
Vigilantes
Metalúrgicos
Professores e pessoal da Educação
Em Curitiba, a CUT, demais centrais e movimentos sociais promoverão atividades durante todo o dia com suas bases. Às 12h, grande concentração na Boca Maldita.

Veja também
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).