4 de maio de 2017

Metrô de São Paulo decide hoje se entra em greve

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo vai se reunir em Assembleia a partir das 18h30 desta quinta-feira

Nesta quinta-feira (4), o Sindicato dos Metroviários de São Paulo vai entrar em Assembleia às 18h30 para decidir se entra em greve ou não na sexta-feira (5).

No início da semana, a categoria decidiu paralisar as linhas do metrô da capital paulista a partir das 0h de amanhã. Os metroviários aprovaram a greve em protesto contra o aumento da jornada de trabalho.

De acordo com a assessoria de imprensa do sindicato,  a intenção dos trabalhadores é negociar e evitar a todo custo uma nova paralisação.

Até o momento, a decisão é que todas as linhas sejam paralisadas. Veja quais:

1-Azul (Jabaquara/Tucuruvi),

2-Verde (Vila Madalena/Vila Prudente)

3-Vermelha (Corinthians Itaquera / Palmeiras Barra Funda)

5-Lilás (Capão Redondo/Adolfo Pinheiro)

15-Prata (Vila Prudente/Oratório)

Apenas a linha 4-Amarela, que é administrada pela ViaQuatro, deve funcionar.

Greve geral

Na última sexta-feira, dia 28, os trabalhadores do transporte público de São Paulo decidiram paralisar suas atividades em apoio à greve geral contra as reformas previdenciária e trabalhista propostas pelo governo Michel Temer (PMDB).

Após amanhecer sem transporte, o metrô e trem de São Paulo voltaram a operar de forma parcial.


http://exame.abril.com.br/brasil/metro-de-sao-paulo-decide-hoje-se-entra-em-greve/

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).