10 de abril de 2017

'Precisamos remunerar efetivamente quem trabalha', diz Doria sobre fim da função de cobrador

Prefeito de São Paulo quer acabar com a profissão nos ônibus municipais até o fim do mandato, mas garante 'zero desemprego'.

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (10) que vai acabar com a função de cobrador nos ônibus municipais até o fim de seu mandato, em 2020. Segundo ele, a Prefeitura precisa pagar "efetivamente quem trabalha".

De acordo com Doria, a Prefeitura gasta mais de R$ 300 milhões por ano com o serviço de cobrador, sendo que apenas 6% dos usuários de ônibus da capital pagam a tarifa com dinheiro. Os 94% restantes utilizam o Bilhete Único, que não exige a presença de um profissional nas catracas.
"Não há porquê você gerar uma demanda por 6%. E isso vem caindo. Mês a mês vem tendo frações de queda. Isso não é moderno. Isso não é eficiente. Nós precisamos remunerar efetivamente quem trabalha", disse o prefeito em entrevista concedida na sede da Prefeitura, no Centro.

Para Doria, o investimento da Prefeitura com os cobradores já "não faz sentido". Segundo ele, o dinheiro que hoje é destinado aos profissionais pode ser investido em mais tecnologia e modernidade para o transporte público.

O tucano garante, no entanto, que a profissão vai chegar ao fim na capital sem gerar desemprego: os cobradores serão capacitados para atuar nas mesmas empresas em que estão atualmente, só que como motoristas ou em funções administrativas. O acordo para evitar demissões em massa foi selado diretamente com as concessionárias.

"Zero desemprego. Esse foi o compromisso e eu tenho certeza absoluta de que as concessionárias vão cumprir. Não serão doidas de descumprir, sendo que o principal cliente que elas têm é a Prefeitura", afirmou Doria, que deu sua palavra como garantia de emprego aos cobradores. "E a minha palavra vale", acrescentou.

O fim da função também não vai acontecer do dia para a noite, de acordo com o prefeito, mas de forma gradual: "Nós não vamos retirar os cobradores dos ônibus de imediato. Isso será feito ao longo de quatro anos, até o final do nosso mandato".

G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa
ÚNICO DA REGIÃO ENTREGUE TOTALMENTE ACABADO, COM PISO EM TODAS AS ÁREAS ✅ ESCRITURA GRÁTIS! 💥 APARTAMENTOS LOCALIZADOS A 1,8 KM DA ESTAÇÃO BALTAZAR FIDÉLIS 💥 Se você: ✅ Trabalha registrado ✅ Possui renda familiar de R$ 2200 ou mais ✅ Possuis FGTS Não perca mais tempo, saiba que você possui um excelente potencial de financiamento e não pode deixar essa oportunidade escapar! SUA OPORTUNIDADE CHEGOU ✅ 1 Vaga ✅ Condomínio com portaria 24hs. ✅ Piscina ✅ Salão de Festas ✅ Churrasqueira ✅ Quadra ✅ Playground ✅ Plantas de 46 e 46 M². O único da região que entrega totalmente acabado e pronto para morar ***Use seu FGTS *** Financiamento Caixa Econômica Federal *** Entrega garantida pela Caixa prevista para maio de 2019. Localização Município: Francisco Morato CEP do imóvel: 07996-005 Bairro: Res São Luis VISITAS SOMENTE COM AGENDAMENTO PRÉVIO Fale com agora mesmo no telefone ou WhatsApp com: RICARDO - 11-987405205