GREVE GERAL

10 de abril de 2017

Funcionários da CPTM definem nesta tarde se iniciam paralisação na terça-feira

Funcionários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) podem iniciar uma paralisação por tempo indeterminado a partir de meia-noite de terça-feira (11). De acordo com a categoria, a companhia não pagou o PPR (Programa de Participação de Resultados) em parcela única no dia 31 de março deste ano, conforme acordo firmado em 2016. Uma assembleia marcada para as 18h desta segunda-feira vai definir se os funcionários cruzam os braços.

Em nota, a CPTM informou que assinou o Acordo Coletivo do Programa de Participação nos Resultados para o exercício de 2016, com os quatro Sindicatos que representam a categoria e que a meta inicial era pagar integralmente o valor aferido do programa em março, mas que isso não foi possível "diante da crise econômica pela qual passa o País".

Ainda segundo o texto, "como não havia condições financeiras suficientes para efetuar o pagamento em uma única parcela, a Companhia depositou 50% do valor apurado no dia 31 de março e informou seus empregados que o restante será depositado em junho. A CPTM apela ao bom senso para que a categoria não declare uma paralisação que irá prejudicar diretamente a população".

R7
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).