1 de março de 2017

Pesquisador dará palestra sobre patrimônio ferroviário no dia 3

Em comemoração aos 150 anos da primeira ferrovia de São Paulo e aos 25 anos da CPTM, o pesquisador Ewerton Moraes dará uma palestra sobre o patrimônio ferroviário do Estado Paulista no auditório do CCO (Centro de Controle Operacional) no dia 3 de março, das 19h às 21h.

A palestra faz parte do Projeto Memória Ferroviária, que trará todo mês apresentação com um especialista, aberta aos empregados da CPTM e ao público. Para participar, é preciso se inscrever pelo e-mail marketing@cptm.sp.gov.br.

O pesquisador Ewerton Moraes desenvolveu, dentro de projeto da Unesp (Campus de Rosana, Assis e Bauru), coordenado pelo professor Eduardo Romero de Oliveira, um aplicativo para celular Android que conta a história da ferrovia chamado de “SPR 150”, em homenagem São Paulo Railway Company. O recurso poderá ser usado pelos passageiros do Expresso Turístico para consultar durante as viagens um mapa on-line, que identifica as estações e as respectivas datas de inauguração.

Para baixar o programa, é preciso ter um celular Android e acessar o link https://drive.google.com/file/d/0B5E7KbB6rUn7Y1I5eVZTdGVJLUk/view?usp=sharing.


São Paulo Railway

A São Paulo Railway Company (SPR) foi a primeira ferrovia construída em São Paulo e sua inauguração aconteceu em 1867. A ferrovia, com 159 km, ligava os municípios de Santos e Jundiaí, tendo como ponto de passagem a cidade de São Paulo. A linha férrea cruzava cidades como Cubatão, Paranapiacaba, Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires, Mauá, Santo André e São Caetano do Sul até chegar à capital paulista. 

Em 1992, a linha foi dividida e coube a CPTM administrar os trechos Luz – Jundiaí, pela Linha 7-Rubi (antiga Linha A), e Brás – Rio Grande da Serra, pela Linha 10-Turquesa (antiga Linha D). As duas linhas também são utilizadas pelo Expresso Turístico que oferece viagens para Jundiaí e Paranapiacaba. A operação entre Rio Grande da Serra e o Porto de Santos é realizada atualmente pela MRS, que obteve a concessão para a circulação dos trens de carga.


Palestra Patrimônio Ferroviário do Estado de São Paulo
Data: 3 de março
Horário: das 19h às 21h
Local: Auditório CCO na Estação Brás
Inscrição pelo e-mail: marketing@cptm.sp.gov.br
Grátis



CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).