15 de março de 2017

Após prefeitura anunciar normalização, SP tem ônibus com circulação restrita e operação parcial do Metrô

Capital tem 56% da frota de coletivos nas ruas. CET registra 194 km de congestionamento

A situação dos transportes na cidade de São Paulo ainda é crítica depois da previsão da prefeitura paulistana de que a circulação e ônibus voltaria ao normal às 10h desta quarta-feira (15). Diversas categorias protestam contra a reforma da Previdência, apresentada pelo governo Temer.

A capital paulista ainda enfrenta restrições nas linhas de ônibus e o funcionamento parcial do Metrô. Às 9h47, a SPTrans informou que 56% da frota de ônibus estava em circulação.

O anúncio da possível normalização da circulação dos coletivos às 10h foi feita  pelo secretário municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo, Sérgio Avelleda.

Segundo ele, todas as empresas começaram a retomar o serviço a partir das 8h, com exceção da Sambaíba, que atende a zona norte da cidade.

De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h, havia 194 km de congestionamento na cidade de São Paulo. Os piores pontos são a zona sul, com 65 km de lentidão, e a zona oeste, com 44 km de filas.


O pico do dia foi registrado às 9h27, quando a capital paulista teve 199 km de congestionamento.

SPTrans

A SPTrans informou que, mesmo com a decisão da Justiça que determinou que 100% da frota de ônibus operasse na manhã desta quarta-feira, houve um descumprimento da ordem pelo Sindicato dos Motoristas de São Paulo. Isso provocou a paralisação parcial do serviço durante a madrugada e início da manhã.

Mesmo assim, durante o início da manhã, 240 linhas que normalmente são seccionadas nos terminais de ônibus passaram a ter seus trajetos estendidos até o centro da cidade.

"Essas linhas percorrem as principais estações da Linha 1 (Azul) e da Linha 3 (Vermelha), atendendo, assim, os ramais Norte-Sul e Leste-Oeste. O plano só foi possível porque 4.670 ônibus das empresas do subsistema local estiveram nas ruas nas primeiras horas da manhã, e foi desativado perto das 9h", informou o órgão.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).