GREVE GERAL

Assembleia dos Ferroviários está marcada para hoje às 18h.

19 de outubro de 2016

Ato de estudantes tem confusão no metrô e jovem detido

Uma manifestação de estudantes secundaristas contra a reforma do ensino médio ocorrida nesta terça-feira na Praça da República, centro de São Paulo, acabou em confusão. Jovens entraram em confronto com policiais militares na entrada da estação República do Metrô e um manifestante acabou detido.

O protesto começou com uma concentração, no final da manhã de hoje, no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). De lá, o grupo seguiu animado por tambores, interrompendo o trânsito na Avenida 9 de Julho.

No caminho os jovens também passaram pelo Viaduto do Chá, onde fica a sede da prefeitura paulistana. O trajeto foi definido em assembleia no início do ato. Nesse momento também foi feito um manifesto conjunto dos estudantes contrário ao corte de disciplinas do currículo obrigatório, a privatização da gestão de escolas e a Proposta de Emenda Constitucional 241, que estabelece um limite para os gastos públicos.

A reformulação do ensino médio entrou em vigor no último dia 22 de setembro a partir de uma medida provisória (MP) assinada pelo presidente Michel Temer. Além da flexibilização dos currículos, está previsto um aumendo gradual da jornada escolar. As mudanças já estavam em discussão no Congresso Nacional no Projeto de Lei 6.480/2013 e agora voltam em formato de MP, com prazo de 120 dias para ser votada.


Com informações da Agência Brasil.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).