GREVE GERAL

Resumo de como será a circulação dos trens, metrô e ônibus na sexta-feira (28/04)


#CPTM Greve confirmada nas linhas 7-Rubi, 8-Diamante. 9-Esmeralda, 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira.

#Metrosp Greve confirmada nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilas.

#ViaQuatro Trens da Linha 4-Amarela da ViaQuatro operam normalmente na sexta-feira.

#SPTrans Sindicato dos Motoristas e Cobradores de ônibus da Capital (SP) também decidiu aderir ao Dia de Paralisações na próxima sexta-feira. Micro-ônibus devem operar normalmente.

Ressaltamos que apesar da confirmação da greve alguns trechos de algumas linhas podem operar, mas tudo só saberemos na sexta-feira.

Aguardem novas atualizações, pois devido ao grande número de mensagens não conseguimos responder a todos, toda nossa equipe estará de plantão para manter todos informados.

24 de maio de 2016

Funcionários do Metrô e da CPTM desistem de greve

Não haverá greve de funcionários do Metrô nem dos da CPTM nesta terça-feira (24).

Os metroviários adiaram a paralisação e decidiram continuar a negociação com o Metrô. Já os funcionários da CPTM aceitaram proposta da empresa e desistiram definitivamente de greve.

Nos dois casos, as decisões se deram em assembleia na noite desta segunda-feira (23).

Os metroviários aceitaram sugestão do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), dada em audiência de conciliação, segundo a qual uma nova reunião ocorrerá na outra terça (31).

A categoria pede reajuste 10,82% (referente à inflação), mais 6,59% de aumento real. O Metrô propõe aumento de 7,5% no salário.
Na reunião de conciliação, o TRT propôs 10,03%, o que recompõe a inflação pelo índice Fipe. Tanto metroviários quanto o Metrô rejeitaram a proposta.

GREVE DIA 1º

Na assembleia, ficou decidido que, se não chegarem a um acordo na próxima semana, os metroviários farão greve no dia 1º de junho, na outra quarta-feira.
"Se não tiver acordo na terça-feira da semana que vem, na quarta-feira a cidade de São Paulo pode parar", disse Altino Junior, presidente do sindicato.
"Vamos esgotar as negociações. Esgotou e não deu em nada? Vamos para a greve", afirmou.

O TRT havia estabelecido, em liminar, que 80% do efetivo do Metrô trabalhasse em caso de paralisação nesta terça (24), sob pena de multa. Decisões do tipo não necessariamente impediram a categoria de fazer greve.

CPTM

No caso da CPTM, houve uma reviravolta em relação ao começo do dia. Também em audiência no TRT, a empresa voltou atrás de proposta feita inicialmente, de 10,44%, e acenou com 7,5%.

Antes da assembleia, porém, a CPTM tornou a propor 10,44%, aceito pelos sindicatos que representam a categoria.

Folha
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).