25 de fevereiro de 2016

Funcionários da CPTM podem entrar em greve

Eles trabalham em "estado de greve" desde semana passada e ainda são feitas negociações

 

Os funcionários ligados ao Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de São Paulo, que atende aos trabalhadores das linhas 7 — Rubi e 10 — Turquesa da CPTM, trabalham em "estado de greve" desde a semana passada.

 

A categoria aguarda o fim das negociações entre o sindicato e a CPTM sobre o PPR-2015 (Planos Poupança Reforma).

 

O presidente do Sindicato de São Paulo, Eluiz Matos, cobrou uma posição da empresa com relação às pendencias do acordo de 2015.

 

A CPTM protocolou no sindicato um ofício no qual comunica que solicitou junto ao TRT (Tribunal Regional do Trabalho) a reabertura de um processo relativo ao PPR-2015.

 

O resultado das negociações determinará se a categoria assumirá a greve, efetivamente, ou se abandonará a ideia de possível paralisação.

 

R7

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).