3 de julho de 2015

Veja como conseguir reembolso em caso de falha no Metrô e na CPTM

Passageiro precisa procurar o supervisor da estação.
Ouvidoria também pode ser acionada.

O passageiro que enfrenta uma paralisação temporária na circulação no Metrô ou na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) pode pedir reembolso, como mostrou o Bom Dia São Paulo. Caso o supervisor da estação não estabeleça o reembolso imediato, é preciso procurar a ouvidoria.

Em nota, a Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos, disse que o reembolso depende de dois fatores. Um deles é a "gravidade da ocorrência", ou seja, o tamanho do problema na linha. O outro é a previsão para restabelecimento da operação, isto é, quanto tempo vai demorar para consertar.

Oficialmente, eles indicam que o passageiro procure o supervisor da estação antes de sair da catraca para saber se terá direito ou não, mas o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) discorda dessas condições.

“Não só quando há interrupção de serviço na linha, mas também quando você não tem condições de embarcar, está muito cheio o Metrô e você não vai para o seu destino. Então, o serviço não foi prestado de forma adequada e você pode pedir o reembolso”, afirmou a advogada do Idec, Claudia Almeida.

Na prática, enquanto aguarda, o passageiro deverá anotar as informações como o horário em que chegou à estação, o número do trem que apresentou problemas e quanto tempo esperou para conseguir embarcar. Antes de passar pela catraca, o passageiro deve conversar com o supervisor na estação para saber se conseguirá o reembolso. Caso não consiga, ele pode procurar a ouvidoria do Metrô ou da CPTM.

O site do Metrô também disponibiliza uma declaração que explica o motivo de o tempo do percurso ter se estendido para além do habitual. Para fazer a consulta, basta clicar no item “Sua viagem” e, depois, em “Declaração de Ocorrência”.

O passageiro pode imprimir a consulta usando o site ou retirar pessoalmente a declaração no Posto de Atendimento na estação Sé do Metrô ou Barra Funda da CPTM.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).