30 de julho de 2015

Metrô terá que indenizar mulher molestada em estação de SP

Vítima deverá receber R$ 20 mil do Metrô, mas defesa vai recorrer e pedir uma indenização no valor de R$ 50 mil


A Companhia do Metropolitano de São Paulo – METRO, foi condenada a indenizar uma passageira que foi molestada na estação São Joaquim, da Linha 1-Azul. Segundo a defesa da vítima, do escritório Ademar Gomes, o agressor encostou na mulher e, quando ela olhou para trás, percebeu que o homem estava com o pênis exposto.

O juiz André Augusto Salvador Bezerra, da 42ª Vara Cível da capital, julgou parcial o pedido feito pelos advogados da mulher e estabeleceu pagamento de multa no valor de R$ 20 mil com aplicação de 15% de sucumbência mais juros e correções monetárias.


Os advogados da vítima querem uma indenização de R$ 50 mil e vão recorrer da decisão.

Em nota, o Metrô disse que "repudia abuso sexual que é um crime que deve ser combatido dentro e fora do transporte público". Segundo a empresa, seus funcionários são treinados para fazer um "trabalho intenso de coibição e prevenção, com campanhas de cidadania e de alerta aos usuários sobre condutas de suspeitos que possam colocar em risco a segurança de todos".

Para evitar novos episódios deste tipo, o Metrô diz contar inclusive com a colaboração dos passageiros, por meio do SMS-Denúncia: (11) 97333-2252.

Veja a nota na íntegra:

O Metrô repudia abuso sexual que é um crime que deve ser combatido dentro e fora do transporte público. A Companhia faz um trabalho intenso de coibição e prevenção, com campanhas de cidadania e de alerta aos usuários sobre condutas de suspeitos que possam colocar em risco a segurança de todos. Os agressores não podem ficar impunes e as mulheres precisam, evidentemente, se sentir seguras para denunciar o assédio. Para isso, o Metrô desenvolve estratégias de segurança para coibir crimes em sua dependência e oferece atendimento às vítimas.

São mil agentes de segurança treinados para agir em benefício de todos os passageiros, sejam eles homens ou mulheres, idosos, adultos ou crianças, além de contar com câmeras de vigilância em trens e nas estações. A colaboração dos usuários é fundamental para que todos os passageiros tenham seus direitos respeitados. O SMS-Denúncia (97333-2252) é uma ferramenta à disposição da população para propiciar a interação do usuário e promover agilidade no combate às práticas irregulares, infrações ou crimes.

Terra
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).