15 de junho de 2015

São Paulo tem primeira frota de ônibus a hidrogênio do país

O Brasil faz parte de um seleto grupo de países que domina a nova tecnologia; frota será usada para transporte urbano no Corredor São Mateus-Jabaquara (ABD)


O governador Geraldo Alckmin entregou nesta segunda-feira (15), em São Bernardo do Campo, três novos ônibus movidos a  hidrogênio para transporte urbano no Brasil. Trata-se da primeira frota brasileira e teve coordenação da EMTU/SP, empresa vinculada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos. Os ônibus vão circular no trecho Diadema/Morumbi, do Corredor São Mateus-Jabaquara (ABD).

O projeto é totalmente brasileiro, desenvolvido sob Contrato de Pesquisa financiado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, com recursos do Global Environment Facility – GEF e da Agência Brasileira de Inovação - FINEP, por meio do Ministério de Minas e Energia.

Cabe à EMTU/SP monitorar todos os testes realizados pelos veículos e apresentar as especificações técnicas dos equipamentos. Os resultados dos testes com o protótipo serviram para aperfeiçoar o projeto dos três novos veículos fabricados no Brasil.  Os testes começaram em 2010, com o lançamento de um veículo protótipo que ainda circula no Corredor São Mateus-Jabaquara (ABD), na Região Metropolitana de São Paulo.

Apenas um seleto grupo de países conseguiu desenvolver e operar ônibus com essa tecnologia, entre eles Alemanha, Canadá, Estados Unidos e agora o Brasil, que terá capacidade de produzir e comercializar os veículos. Ou seja, o projeto dos ônibus propicia e amplia a capacitação da indústria nacional.

O Consórcio fornecedor dos veículos e da estação de produção e abastecimento de hidrogênio é formado pelas empresas Ballard Power Systems, EPRI International, Hydrogenics Corporation, Marcopolo, Petrobras Distribuidora e Tuttotrasporti.


Tecnologia

Essa tecnologia de propulsão é totalmente livre de emissões de poluentes (material particulado e gases de efeito estufa). Somente vapor d’água é eliminado pelo escapamento dos ônibus. Os três novos ônibus já são considerados comerciais e trazem inovações em relação ao ônibus protótipo lançado em 2010:

- Nacionalização de todo o sistema de tração
- Maior capacidade de carregamento de passageiros 
- Aperfeiçoamento dos sistemas de controle e integração a bordo

Fauna brasileira é homenageada

Com o objetivo de homenagear a conquista da engenharia nacional e associar visualmente os ônibus à tecnologia ambiental integralmente desenvolvida no Brasil, as carroçarias dos veículos 
foram decoradas com desenhos de pássaros representativos de nossa fauna, que servirão para identificá-los.
O primeiro ônibus recebeu o nome de Ararajuba, ave da região Amazônica que representará as regiões Norte e Nordeste. O segundo ônibus será o Tuiuiú, ave símbolo do Pantanal. Presente em todo o Centro Oeste, é uma das mais representativas da fauna brasileira. O terceiro recebeu o nome de Sabiá Laranjeira, considerada por decreto Presidencial como um dos quatro símbolos nacionais.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).