1 de junho de 2015

Funcionários do metrô discutem hoje se haverá paralisação na terça

Assembleia está marcada para as 18h30; categoria permanece em estado de greve; Metrô afirma que mantém diálogo com trabalhadores

Está prevista para esta segunda-feira (1), às 18h30, no Sindicato dos Metroviários de São Paulo uma assembleia que vai discutir a paralisação do transporte público na terça-feira (2). A categoria continua em negociação.

Em audiência de conciliação, o Tribunal do Trabalho sugeriu ao Metrô que pagasse 8,82% de reajuste salarial e que renovasse todas as cláusulas econômicas e sociais do Acordo Coletivo. A empresa não aceitou a renovação do Acordo e pediu tempo para analisar a proposta do Tribunal sobre o reajuste. Segundo o Metrô, o diálogo está aberto com a categoria. Durante a semana passada, os funcionários do metrô vestiram coletes pretos com dizeres contra a PL 4330, o projeto de terceirização dos trabalhadores.

Ferroviários

Os funcionários da CPTM também vão decidir se param de trabalhar em assembleia a ser realizada na terça-feira (2) às 18h, com resultado para ser divulgado à meia-noite. A categoria pede reposição salarial de 9,29% e de benefícios como vale-alimentação, vale-refeição e auxílio materno infantil.

Link curto: http://brasileiros.com.br/UDJLO
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).