26 de maio de 2015

Greve de trens e metrô prevista para amanhã em SP é adiada

O Sindicato dos Ferroviários decidiu adiar para o dia 3 de junho a greve inicialmente marcada para a 0h desta quarta-feira (27). Os funcionários do Metrô também desistiram de paralisar suas atividades amanhã e marcaram uma nova assembleia, para o dia 2 de junho, segundo o Estado de S. Paulo.

Os ferroviários rejeitaram a proposta da Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM) de 6,65% de reajuste salarial referente ao IPC/Fipe, mais 1% sobre salários e benefícios. O Tribunal propõe 6,65% e mais 1,5% de produtividade. A categoria reivindica 7,89% de reajuste salarial mais 10% de aumento real.

Caso a categoria decida entrar em greve no próximo dia 3, a Justiça já determinou que não poderá ocorrer a liberação de catracas e que, nos horários de pico (das 4h às 10h e das 16h às 21h), 90% do efetivo de maquinistas e de 70% nas demais atividades deverão trabalhar. Fora do horário considerado de maior movimento, foi estabelecido que 60% dos trabalhadores continuem nas atividades.

(Com Agência Brasil)

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).