7 de dezembro de 2014

Alckmin deve substituir comando da CPTM

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), indicou a auxiliares e aliados que pretende trocar o comando da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) para um novo mandato.

A mudança deve ocorrer, no entanto, no rastro da reforma do secretariado, planejada pelo tucano para a segunda metade do mês de dezembro.

Na quinta-feira (4), a Polícia Federal concluiu investigação sobre o cartel de empresas que fraudou licitações de trens em São Paulo entre 1998 e 2008, durante governos estaduais do PSDB.

Ao todo, foram indiciadas 33 pessoas, entre elas o presidente da CPTM, Mário Bandeira, e o diretor de operações da companhia de trens, José Luiz Lavorente. Os servidores públicos são os únicos indiciados que ainda estão nos respectivos cargos.

Segundo a Folha apurou, antes da campanha eleitoral deste ano, Mário Bandeira já vinha dizendo que pretendia deixar o comando da CPTM em um eventual segundo mandato do governador.

Além dos dois funcionários, o atual secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, também deve ser trocado pelo tucano.

O principal cotado para assumir o posto é o atual presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco.

A mudança deve-se a insatisfação do governador em relação ao atraso na entrega de obras de mobilidade urbana no atual mandato.

Folha de SP

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).