1 de novembro de 2014

Hyundai Rotem terá fábrica de trens em Araraquara

A Hyundai Rotem, braço do gigante sul-coreano Hyundai Motor Group para o setor ferroviário, anunciará, no próximo dia 12 de novembro, em uma cerimônia prevista para o Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, a construção de uma fábrica para a produção de trens na cidade de Araraquara (SP).

A informação foi confirmada pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer), Vicente Abate, pelo presidente da Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (Investe SP), Luciano Almeida, e pelo prefeito daquela cidade paulista, Marcelo Barbieri (PMDB).

Eles não deram detalhes dos investimentos, mas a fábrica da Hyundai Rotem irá suprir a produção de trens da companhia feita em parceria com a Iesa, que está em recuperação judicial desde setembro.

Os primeiros veículos para cumprir os contratos da Hyundai Rotem serão feitos na unidade da Iesa até que a nova planta industrial seja viabilizada.

A sul-coreana e a Iesa são responsáveis pela produção de 30 trens para o contrato com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), mas a Hyundai Rotem deve também assumir a produção sozinha, segundo Abate.

Entre outros contratos, a Hyundai Rotem é a responsável ainda pelas composições para o Metrô Bahia, em Salvador (BA) e Lauro de Freitas (BA), operado pelo grupo CCR em uma Parceria Público-Privada (PPP) com o governo daquele Estado.

Fonte: Gustavo Porto, de Estadão Conteúdo
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).