6 de agosto de 2014

Corinthians deve pagar hora extra do Metrô em dia de jogo, diz MPE

O promotor Marcelo Milani moverá ação contra o Estado, tendo também o clube como réu, devido à extensão dos horários dos trêns


O promotor de Justiça Marcelo Milani apura eventual dano econômico e quebra do princípio da impessoalidade com a extensão do horário de funcionamento do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) em dias de jogos na Arena Corinthians, na zona leste de São Paulo. O promotor pretende mover ação contra o Estado, tendo também o Corinthians como réu.

Os  presidentes do Metrô, Luiz Antônio Carvalho Pacheco, e da CPTM, Mário Bandeira, estiveram nesta quarta-feira na sede do Ministério Público Estadual, no centro da cidade, para explicar como a rede metroferroviária está funcionando nos dias de jogos do time, cujo estádio fica em Itaquera.

"A abertura além do horário da Estação Itaquera tem um custo. Quero saber qual é esse custo e quem está pagando", disse o promotor. "O clube está aferindo lucro com o evento (a partida). É um ganho privado, portanto. Mas os custos para isso estão sendo pagos por toda a população. É o transporte público sendo usado em benefício de um ente privado", sustenta o promotor.

A Marcelo Milani, os dirigentes das empresas públicas disseram que não foi feito um estudo sobre os impactos econômicos da abertura extra ou extensão dos horários dos trens. Disseram também que não poderiam prolongar o horário da rede nos demais dias por razões técnicas. No entender do promotor, o prolongamento nos demais dias resolveria o problema, porque o benefício incluiria toda a população.

"A manutenção da rede é programada. Não há como estender o horário todos os dias. Mas vamos fazer isso com os outros clubes também, à medida que os novos estádios forem saindo", disse o presidente do Metrô.

O governo do Estado ficou de apresentar os estudos técnicos solicitados pelo promotor antes de ele decidir o que fazer. Milani conduz um inquérito que apura os gastos com as estruturas temporárias usadas na Copa do Mundo, mas pretende tratar do horário do Metrô em um procedimento à parte.

Estadão

Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa
ÚNICO DA REGIÃO ENTREGUE TOTALMENTE ACABADO, COM PISO EM TODAS AS ÁREAS ✅ ESCRITURA GRÁTIS! 💥 APARTAMENTOS LOCALIZADOS A 1,8 KM DA ESTAÇÃO BALTAZAR FIDÉLIS 💥 Se você: ✅ Trabalha registrado ✅ Possui renda familiar de R$ 2200 ou mais ✅ Possuis FGTS Não perca mais tempo, saiba que você possui um excelente potencial de financiamento e não pode deixar essa oportunidade escapar! SUA OPORTUNIDADE CHEGOU ✅ 1 Vaga ✅ Condomínio com portaria 24hs. ✅ Piscina ✅ Salão de Festas ✅ Churrasqueira ✅ Quadra ✅ Playground ✅ Plantas de 46 e 46 M². O único da região que entrega totalmente acabado e pronto para morar ***Use seu FGTS *** Financiamento Caixa Econômica Federal *** Entrega garantida pela Caixa prevista para maio de 2019. Localização Município: Francisco Morato CEP do imóvel: 07996-005 Bairro: Res São Luis VISITAS SOMENTE COM AGENDAMENTO PRÉVIO Fale com agora mesmo no telefone ou WhatsApp com: RICARDO - 11-987405205