10 de junho de 2014

Metrô vai funcionar no dia da abertura da Copa, afirma Geraldo Alckmin

Paralisação seria 'um enorme de um oportunismo', disse o governador.
Greve foi suspensa na segunda (9); haverá nova assembleia na quarta (11).

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou na manhã desta terça-feira (10) que o Metrô vai funcionar nesta quinta-feira (12), dia do jogo de abertura da Copa do Mundo no Brasil, na Arena Corinthians. Segundo Alckmin, uma nova manifestação seria "oportunismo" dos metroviários.

"Nós teremos tanto o Metrô quanto a CPTM. É difícil você ter no mundo um estádio que tenha na porta uma linha do Metrô, que é a Linha 3-Vermelha, e uma Linha de trem, que é a Linha 11-Coral da CPTM. E entregamos todas as obras antes da abertura", disse o governador, ao ser questionado se haveria um plano B caso ocorra uma nova paralisação.

O estádio do Corinthians fica ao lado das estações Arthur Alvim e Corinthians-Itaquera do Metrô e da CPTM.

De acordo com o governador, não existe mais nenhuma discussão com a categoria dos metroviários, já que o dissídio dos profissionais foi definido em decisão judicial. "Eu espero que não pare [o Metrô]. Não tem nenhum sentido. Seria um enorme de um oportunismo fazer greve exatamente no dia da abertura da Copa. Aliás, temos duas decisões judiciais falando da abusividade da greve. Já teve o dissídio e o índice já está definido, muito superior à inflação, com ganhos reais", afirmou Alckmin.

Funcionamento

Após cinco dias de sufoco com a paralisação da greve dos metroviários de São Paulo, o paulistano voltou a respirar aliviado na manhã desta terça, após a suspensão da greve. As 65 estações das cinco linhas da capital funcionavam normalmente. O governo do estado demitiu 42 funcionários por justa causa. O sindicato da categoria quer a readmissão dos profissionais e ameaça parar novamente nesta quinta, data da abertura da Copa do Mundo.

A estudante de odontologia Vanessa, que faltava nas aulas da faculdade desde quinta-feira (5), dia do início da greve, conta que perdeu duas provas por não ter como se locomover até a Praça da Árvore, na Zona Sul. Na manhã de segunda, ela conseguia tomar seu café tranquilamente na porta da estação Tucuruvi, da Linha 1-Azul, na Zona Norte. "São Paulo é uma cidade muito grande, então depende do Metrô. Sem Metrô, os ônibus ficam lotados e a cidade, com muito trânsito." Filha de metroviário, ela também foi prejudicada com a paralisação e disse que o funcionamento desse meio de transporte é fundamental.

Morador de Francisco Morato, na Grande São Paulo, o segurança Janiel Peixoto, de 23 anos, sai de casa todos os dias às 4h e leva cerca de 2h30 no trajeto para ir até o serviço, no Bosque Maia, bairro de Guarulhos, na Região Metropolitana. "Eu vinha até a estação da Luz, mas não conseguia prosseguir. Gastei dinheiro e paciência. [Para] Acordar cedo e depois voltar para casa, preferia ter ido trabalhar. É um alívio ter como chegar aos serviço", afirmou o usuário do Metrô.

Diferentemente do discurso do Sindicato dos Metroviários, que disse ter o apoio da população no movimento por reajuste salarial, os passageiros não demonstraram tanta compreensão com a greve.

O deficiente físico Rubens Ferreira, de 53 anos, levou mais que o dobro do tempo para fazer o mesmo trajeto do Jabaquara até Santana, o que costuma ser feito em 45 minutos nos dias de greve. Ele só conseguiu ir trabalhar, pois pegava o ônibus no ponto final e conseguia sentar. "Eu não posso ficar muito sentado, que é ruim", revelou o usuário, que considera a greve injusta. "Eles não ganham mal, isso só prejudica a população."

G1
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa
ÚNICO DA REGIÃO ENTREGUE TOTALMENTE ACABADO, COM PISO EM TODAS AS ÁREAS ✅ ESCRITURA GRÁTIS! 💥 APARTAMENTOS LOCALIZADOS A 1,8 KM DA ESTAÇÃO BALTAZAR FIDÉLIS 💥 Se você: ✅ Trabalha registrado ✅ Possui renda familiar de R$ 2200 ou mais ✅ Possuis FGTS Não perca mais tempo, saiba que você possui um excelente potencial de financiamento e não pode deixar essa oportunidade escapar! SUA OPORTUNIDADE CHEGOU ✅ 1 Vaga ✅ Condomínio com portaria 24hs. ✅ Piscina ✅ Salão de Festas ✅ Churrasqueira ✅ Quadra ✅ Playground ✅ Plantas de 46 e 46 M². O único da região que entrega totalmente acabado e pronto para morar ***Use seu FGTS *** Financiamento Caixa Econômica Federal *** Entrega garantida pela Caixa prevista para maio de 2019. Localização Município: Francisco Morato CEP do imóvel: 07996-005 Bairro: Res São Luis VISITAS SOMENTE COM AGENDAMENTO PRÉVIO Fale com agora mesmo no telefone ou WhatsApp com: RICARDO - 11-987405205