7 de junho de 2014

Metrô suspende plano de contingência

O plano mantinha a operação parcial das Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e Linha 5-Lilás


A companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) vai suspender, às 23h deste sábado, o plano de contingência que mantinha a operação parcial das Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e Linha 5-Lilás. Os metroviários decidiram hoje que a categoria vai continuar com a greve, que já no terceiro dia. O plano de contingência remanejava uma equipe especializada para a operação do sistema.

Com a suspensão da medida, as transferências da Linha 4-Amarela para as linhas 2-Verde, na estação Paulista, 3-Vermelha, na estação República, e 1-Azul, na estação Luz, também serão fechadas às 23h de hoje. Permanecem  funcionando até a 1h de domingo as transferências para a Linha 9-Esmeralda, em Pinheiros, e para as linhas 7-Rubi e 11-Coral da CPTM na estação Luz.

Na sexta-feira, o Metrô manteve a última proposta de reajuste salarial feita à categoria em audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), de 8,7%. Na última assembleia dos metroviários, realizada na sexta-feira à noite, eles decidiram manter a greve por falta de avanço na proposta da empresa.

A paralisação deve perdurar pelo menos até domingo, quando está marcado o julgamento do dissídio da greve, às 10h, no TRT. Segundo o Tribunal, independentemente do resultado do julgamento, os metroviários deverão voltar ao trabalho logo após a sessão. Mas os trabalhadores dizem que a greve é por tempo indeterminado.

Terra
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).