10 de junho de 2014

Metrô de SP volta a funcionar normalmente após suspensão da greve

O metrô iniciou suas operações normalmente na manhã de hoje (10) na capital paulista. Com a suspensão da greve dos metroviários, que durou cinco dias, as 65 estações foram abertas e as cinco linhas da cidade funcionam em toda a extensão. Com isso, o rodízio municipal de veículos voltou a vigorar, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Os metroviários decidiram ontem (9) suspender a paralisação por dois dias e marcaram nova assembleia para quarta-feira (11), véspera da abertura da Copa do Mundo. A categoria reivindica, entre outras coisas, a readmissão de 42 trabalhadores demitidos.

O protesto da categoria realizado ontem teve confronto com a Tropa de Choque, que lançou bombas de gás e balas de borracha. Os manifestantes também fizeram barricadas e queimaram lixo em frente à estação. A polícia deteve 13 grevistas dentro da Estação Ana Rosa, que posteriormente foram levados para o 36° Distrito Policial – Vila Mariana. Essas pessoas assinaram um termo circunstanciado e responderão por interrupção de serviço de interesse coletivo.

No último domingo (8), uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo determinou o fim da greve e multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento. A paralisação do metrô foi considerada abusiva pelo TRT. O sindicato informou que vai recorrer da decisão.

Agência Brasil.
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).