10 de junho de 2014

Contas de sindicatos são bloqueadas para garantir multa da greve do Metrô

TRT bloqueou R$ 3 milhões dos metroviários e R$ 400 mil dos engenheiros.
Greve dos metroviários durou cinco dias em São Paulo.

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo conseguiu bloquear na segunda-feira (9) as contas bancárias dos dois sindicatos envolvidos na greve do Metrô, que durou cinco dias e deixou milhões de pessoas sem transporte na cidade. A greve foi considerada abusiva.

O Sindicato dos Metroviários teve R$ 3 milhões bloqueados, enquanto o Sindicato dos Engenheiros não poderá movimentar R$ 400 mil. Os valores, segundo o TRT, garantirão o pagamento da multa de R$ 100 mil por dia de greve, nos quatro primeiros dias, e mais R$ 500 mil do quinto dia. A multa aumentou após aviso do desembargador Rafael Pugliese de que, caso a greve continuasse após ser considerada ilegal, aumentaria para R$ 500 mil.

O valor total da multa, segundo informou o TRT por meio de sua assessoria de imprensa, deve ser paga em "responsabilidade solidária". Ou seja, engenheiros e metroviários devem decidir o quanto cada sindicato deve pagar. Os engenheiros voltaram ao trabalho na segunda-feira, devendo pagar apenas valor referente aos quatro primeiros dias.

No início da tarde, o TRT informou que pediu uma readequação do valor bloqueado do Sindicato dos Metroviários de R$ 3 milhões para R$ 900 mil, depois da decisão de voltar ao trabalho na noite de segunda-feira. O valor total da multa, porém, só será conhecido no momento da execução.

O valor de R$ 3 milhões, acima do total da multa, foi solicitado para garantir o pagamento caso a greve continuasse. Como os engenheiros voltaram imediatamente após a decisão judicial, o valor bloqueado fica mantido.

O G1 procurou os sindicatos para comentarem a decisão mas não obteve sucesso. No dos metroviários, não havia ninguém presente para dar as informações até as 11h. Os engenheiros ainda não haviam posicionamento até o mesmo horário.

G1

Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa

Apartamento em Francisco Morato finaciado pela Caixa
ÚNICO DA REGIÃO ENTREGUE TOTALMENTE ACABADO, COM PISO EM TODAS AS ÁREAS ✅ ESCRITURA GRÁTIS! 💥 APARTAMENTOS LOCALIZADOS A 1,8 KM DA ESTAÇÃO BALTAZAR FIDÉLIS 💥 Se você: ✅ Trabalha registrado ✅ Possui renda familiar de R$ 2200 ou mais ✅ Possuis FGTS Não perca mais tempo, saiba que você possui um excelente potencial de financiamento e não pode deixar essa oportunidade escapar! SUA OPORTUNIDADE CHEGOU ✅ 1 Vaga ✅ Condomínio com portaria 24hs. ✅ Piscina ✅ Salão de Festas ✅ Churrasqueira ✅ Quadra ✅ Playground ✅ Plantas de 46 e 46 M². O único da região que entrega totalmente acabado e pronto para morar ***Use seu FGTS *** Financiamento Caixa Econômica Federal *** Entrega garantida pela Caixa prevista para maio de 2019. Localização Município: Francisco Morato CEP do imóvel: 07996-005 Bairro: Res São Luis VISITAS SOMENTE COM AGENDAMENTO PRÉVIO Fale com agora mesmo no telefone ou WhatsApp com: RICARDO - 11-987405205